A influência de Gramsci no debate das diretrizes e dos fundamentos da formação profissional do Serviço Social no Brasil

Autores

  • Adilson Aquino Silveira Júnior
  • Jefferson de Melo e Silva

Resumo

A partir dos anos 1960, começava a figurar no Serviço Social o processo de consolidação, do seu caráter profissional, de natureza técnico-científica, condicionando, assim, a sua renovação. É nesta fase que se expressam questionamentos a respeito das vertentes conservadoras, doutrinárias ou modernizadoras, que respaldavam o discurso e a prática profissional desde a sua emergência. Estes questionamentos germinaram no bojo do Movimento de Reconceituação e encarnaram, na crise do ciclo ditatorial, a tendência profissional de ruptura com a herança conservadora, fundamentada na teoria social de Marx e na tradição marxista, e balizada pela construção de laços com os movimentos das classes exploradas (NETTO, 2004). 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-03