Assistência Social no Brasil, Cuba e Chile

Autores

  • Mari Aparecida Aparecida Bortoli
  • Berenice Rojas Couto
  • Heloísa Teles

Resumo

Este texto tem como objetivo apresentar a assistência social no Brasil, no Chile e em Cuba, buscando aproximações, avanços e limites da sua concepção e efetivação. Para tanto recorre-se ao levantamento das legislações correspondentes a implementação da assistência social nos três países destacando sua garantia como direito social, seus objetivos, níveis de proteção, serviços, benefícios e condições de acesso. O estudo indica que o avanço das legislações foi um ganho civilizatório, entretanto, apreender a assistência social nas sociedades capitalistas e no socialismo em transição é um desafio, visto que esta política ainda não adquiriu o estatuto consolidado de direito social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mari Aparecida Aparecida Bortoli

Bolsista PNPD/CAPES no Programa de Programa de Pós Graduação em Serviço Social da PUCRS

Berenice Rojas Couto

Professora Titular no Programa de Pós Graduação em Serviço Social da PUCRS. 

Heloísa Teles

Professora no Curso de Serviço Social na UCS.

Downloads

Publicado

2015-06-15

Edição

Seção

Comunicações Orais - Política Social e estratégias de desenvolvimento