Condições sócio-demográficas de idosos restritos ao lar adscritos a uma unidade de saúde da família de Vitória - ES

Autores

  • Gracielle Pampolim
  • Vanezia Gonçalves da Silva
  • Luciana Carrupt Machado Sogame

Resumo

O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial que requer atenção governamental. Este estudo objetivou descrever as questões políticas do idoso no Brasil e apresentar o perfil sócio-demográfico de idosos restritos ao lar. Procedeu-se um estudo transversal que verificou grande proporção de mulheres, com média de 83,79 anos, autodeclarados brancos, católicos, viúvos, de baixa escolaridade, vivendo com duas ou mais gerações e com baixa renda. Os achados confirmam a questão da feminilização da velhice. Acredita-se que essas diferenças devem ser levadas em consideração ao se estabelecer ações de saúde ou proteção social para esse segmento populacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gracielle Pampolim

Fisioterapeuta. Mestranda do Programa de Pós Graduação em Políticas Públicas e Desenvolvimento Local da Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória – EMESCAM.

Downloads

Publicado

2015-06-18