DILEMAS E INDAGAÇÕES PARA A FORMAÇÃO QUALIFICADA DO/A ASSISTENTE SOCIAL DIANTE DAS MERCANTILIZAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR: QUE CAMINHOS SEGUIR?

Autores

  • SUENYA THATIANE SOUZA DE ALMEIDA

Resumo

Resumo: Esse presente artigo realizou uma análise da formação do profissional de Serviço Social no Brasil, partindo do pressuposto que o atual ambiente globalizado impõe às universidades alterações nas suas grades curriculares, haja vista que surgem novos campos de atuação profissional. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica e os dados encontrados foram interpretados de acordo com o método qualitativo. Concluiu-se que as universidades devem estabelecer uma aliança com as Entidades de Classe, já que o trabalho em conjunto poderá fornecer o feedback necessário para melhorar as grades curriculares de acordo com as emergências reais do cotidiano de trabalho.  Além das melhorias que podem ser introduzidas no nível de formação acadêmica, é essencial que cada profissional também se preocupe em gerar instâncias que contribuam para sua auto formação e melhoria contínua, em resposta aos requisitos específicos que o ambiente de trabalho exige.

Palavras-chave: Formação profissional; Serviço Social; Universidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-05-21

Edição

Seção

Comunicações orais - Serviço Social, Fundamentos, Formação e Trabalho Profissional