Paradoxos do trabalho no capitalismo contemporâneo

Autores

  • Felizado Tchiengo Bartolomeu Costa FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS (Unesp, Assis)
  • José Justo Sterza Doutorando do Curso de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP-Campus de Assis)
  • Cledione Jacinto De Freitas Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP-Campus de Assis)

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v8i1.10970

Resumo

O direito ao trabalho experimentado pela classe trabalhadora se torna problemático quando o mesmo aparece atrelado aos mecanismos de precarização do trabalho decorrentes da lógica capitalista, no qual o mesmo se vê aprisionado pelos artifícios do modo capitalista de produção. Neste artigo, de reflexão teórica, trataremos de demonstrar como  a liberdade prometida pelo trabalho na sociedade contemporânea e sua garantia como um direito, por si só, não encerra a questão, da produção de singularização e autonomia dos trabalhadores, pois, além de um meio de sustento ele é também um meio de existência, que se deseja livre dos exercícios de dominação e exploração capitalistas, encobertos por racionalidades tecnológicas. Ou seja, se a garantia de trabalho não vier pautada dentro de uma proposta mais humanizadora para o sujeito trabalhador, então, não poderemos levantar a bandeira da dignidade humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felizado Tchiengo Bartolomeu Costa, FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS (Unesp, Assis)

Mestre em Psicologia (Unesp-Assis)

Doutorando (Unesp-Assis) 

José Justo Sterza, Doutorando do Curso de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP-Campus de Assis)

Professor Livre-Docente do Curso de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP-Campus de Assis)

Cledione Jacinto De Freitas, Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP-Campus de Assis)

Doutorando do Curso de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Ciências e Letras da Universidade Estadual Paulista (UNESP-Campus de Assis)

Downloads

Publicado

2016-05-08

Como Citar

Costa, F. T. B., Sterza, J. J., & De Freitas, C. J. (2016). Paradoxos do trabalho no capitalismo contemporâneo. Argumentum, 8(1), 100–114. https://doi.org/10.18315/argumentum.v8i1.10970