Sobre a origem do ‘viver de acordo com a Natureza’ em Zenão de Cítio

Autores

  • Rogério Lopes Santos Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Resumo

Para Zenão de Cítio, a virtude do sábio estoico consiste na adequação da sua conduta com a Natureza, ou seja, com o princípio de movimento que rege o Todo. Tal pressuposto, entretanto, não é ‘original’. Cícero foi um dos filósofos que se esforçou no sentido de evidenciar esse aspecto da Filosofia estoica. Ele fez isso ao apontar para a ideia de que Zenão apenas ‘reescreveu’ aquilo que já defendiam filósofos como o acadêmico Pólemon. Diante desse cenário, o presente artigo é construído com o objetivo de, não apenas mostrar em que sentido essa pretendida relação entre Zenão e Pólemon seria plausível, mas também de apontar para outras duas possíveis fontes filosóficas, a saber: Pitágoras e Heráclito. Ao procedermos dessa forma, evidenciaremos as bases sobre as quais Zenão formulou o pressuposto que sustenta a sua Ética, bem como destacaremos (se houver) a ‘genialidade’ do filósofo do Pórtico frente às suas fontes.

Biografia do Autor

Rogério Lopes Santos, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Graduado em Filosofia (Licenciatura) pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Aluno do Programa de Pós-Graduação em Filosofia (em nível de doutorado) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Downloads

Publicado

2019-12-22