Darcy Ribeiro e a geopolítica do conhecimento: perspectivas descoloniais

Autores

  • Edison Romera

Resumo

Propõe-se uma crítica, a partir do contexto latino-americano, sobre a produção e reprodução do conhecimento nas Ciências Sociais, de matriz ‘ocidental’, quando consideradas com pretensões universalizantes. Assim sendo, por meio de uma referência crítica às concepções dominantes de modernidade, se apresenta a necessidade de intercâmbio epistemológico, desconstruindo essencialismos, e propugnando um diálogo teórico e discursivo, de mutuo proveito e respeito. Nesta proposta não há rejeição às contribuições teóricas ‘ocidentais’, mas estas são consideradas em confronto com outras narrativas, ampliando assim, possibilidades enunciativas e epistêmicas. Neste percurso, se elegeu aqui o antropólogo brasileiro Darcy Ribeiro (1922-1997) como um autor que elaborou uma proposta emblemática, a um processo de descolonização epistemológica e científica, a partir do contexto latino-americano. Neste cenário, Ribeiro negou um protagonismo demasiado às propostas e teorizações euro-americanas, formulando, por outro lado, uma abordagem epistêmica pluriversal, capaz de melhor explicar em sua complexidade, sua pátria continental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-05-19

Edição

Seção

Estudos em teorias sociais contemporâneas