Estimativa do fator topográfico (LS) da sub-bacia hidrográfica do Córrego Paraíso, zona rural de Muniz Freire (ES)

Autores

  • Caio Henrique Ungarato Fiorese Centro Universitário São Camilo-ES

Resumo

A erosão é um dos maiores problemas ocorridos em bacias hidrográficas, trazendo prejuízos graves. Com isso, o objetivo deste trabalho foi avaliar o fator topográfico (LS) para a sub-bacia do Córrego Paraíso (BHCP), zona rural do município de Muniz Freire (ES), como forma de subsidiar melhorias locais. Os procedimentos foram realizados no programa ArcGis 10.2. A microbacia foi delimitada para, em seguida, gerar o mapa de declividade (S) e comprimento de rampa (L) por meio de metodologias consultadas na literatura. A maior parte da BHCP corresponde a fatores topográficos que vão de 5 a 10. Apenas 8,43% da área corresponde a fator LS menor ou igual a 2. Conforme suas condições topográficas, a BHCP é vulnerável a processos erosivos intensos em sua maior parte, pois os valores do fator LS foram elevados (acima de 1,5) em mais de 90% da área. Há necessidade de medidas quanto a práticas conservacionistas na agropecuária, predominante na região, para reduzir os efeitos da erosão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-05-29