ANÁLISE TEMPORAL DA COBERTURA VEGETAL DO PERÍMETRO URBANO DE MARABÁ DE 2006 A 2016

  • Rafael dos Santos Carvalho Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Resumo

O presente artigo tem como objetivo proceder a análise temporal da cobertura vegetal do perímetro urbano de Marabá/PA entre os anos de 2006 a 2016, onde houve intensa expansão urbana, utilizando-se de técnicas de geoprocessamento, com a utilização do plugin Semi-Automatic Classification Plugin – SCP.  Dessa forma, busca-se analisar e compreender quais foram as lógicas que intensificaram essa expansão urbana e se há correlação com os impactos provocados na cobertura vegetal do perímetro urbano. Os dados obtidos foram satisfatórios, pautados na dualidade entre a supressão da vegetação em função do avanço dos loteamentos privados, governamentais e assentamentos espontâneos de um lado e, de outro, a capacidsde de recuperação da cobertura vegetal nas áreas mais afastadas dos centros da cidade.

Biografia do Autor

Rafael dos Santos Carvalho, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
Licenciado e Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - UNIFESSPA. Especialista em Avaliação do Ensino e da Aprendizagem pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE. Atuou em projetos de Ensino e Extensão na UFPA/UNIFESSPA de 2013 a 2015. Atuou como Agente de Pesquisa e Mapeamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE de 2015 a 2018. Atualmente é Técnico em Assuntos Educacionais da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - UNIFESSPA, exercendo a função de Coordenador de Assuntos Acadêmicos e Pedagógicos do Instituto de Estudos do Xingu - IEX/Unifesspa. Possui experiência em docência na educação básica (rede pública e privada) e em pesquisas socioeconômicas, amostrais e contínuas. 
Publicado
2019-12-08
Seção
GT-14: Geotecnologias e Análise Espacial no espaço urbano