ANÁLISE DA EXPANSÃO URBANA E CONFLITOS DE USO DA TERRA NAS ÁREAS RURAIS DA ZONA SUL DE VIÇOSA-MG

  • Ana Cristina de Souza Maria Universidade Federal de Viçosa

Resumo

Este trabalho objetivou analisar o processo de expansão urbana de Viçosa-MG para a área sul do município, estudando a produção de espaços horizontais e seus desdobramentos nas dinâmicas urbano-rurais. Para tanto, o conjunto das transcrições das entrevistas aqui mencionadas constitui um importante documento para o debate dos conflitos de interesse ligados aos projetos de expansão territorial-urbana. Os resultados mostram que ao longo de sua existência, o planejamento urbano do município é fortemente influenciado pelo mercado imobiliário e da construção civil e para ele orientado, logo, muitas vezes direcionado por interesses privados. Os desdobramentos desta expansão urbana manifestam-se em problemas de abastecimento de água, que se tornaram cada vez mais comuns.

Biografia do Autor

Ana Cristina de Souza Maria, Universidade Federal de Viçosa
Licenciada e Bacharel em Geografia pela Universidade Federal de Viçosa (2013 / 2014). Mestra em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Viçosa (2016), onde desenvolveu pesquisa na linha de Planejamento do Espaço Urbano e Regional. De maio/2017 a maio/2019 trabalhou como professora de Geografia EBTT no Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, IFNMG, Campus Arinos; onde lecionou nos cursos técnicos em Agropecuária, Informática e Meio Ambiente; e nos cursos superiores de Tecnologia em Gestão Ambiental, Sistemas de Informação e Agronomia. Pesquisa na área de produção do espaço urbano, expansão urbana, mercado imobiliário e cidades médias. Possui experiência em Geografia Urbana, Planejamento Urbano e Regional, Planos Diretores e Educação Básica.

Referências

ARRUDA, P. R. R. Uma contribuição ao estudo ambiental da Bacia Hidrográfica do Ribeirão São Bartolomeu. 1997. 108f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal). Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG, 1997.

CAMARA MUNICIPAL DE VIÇOSA. Lei nº 1420/2000. Institui a lei de Uso e Ocupação do Solo no Município de Viçosa-MG.

________________. Lei nº 1469/2001 de dezembro de 2001. Institui o Parcelamento do Solo do Município de Viçosa e dá outras providências

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico brasileiro. Brasília, DF: IBGE: 2010.

MARIA, A. C. de S. A produção do espaço urbano da zona sul de Viçosa: empreendimentos horizontais na bacia do ribeirão São Bartolomeu. 123 p. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo). Universidade Federal de Viçosa. Viçosa. 2016.

MARIA, A. C. de S.; STEPHAN, I. I. C. Expansão Urbana sem Planejamento em Viçosa (MG). In: IV SIMPÓSIO CIDADES MÉDIAS E PEQUENAS DA BAHIA, 2014, Barreiras - BA. Anais do IV Simpósio Cidades Médias e Pequenas da Bahia. 2014.

SANTORO, P. Perímetro urbano flexível, urbanização sob demanda e incompleta: o papel do Estado frente ao desafio do planejamento da expansão urbana. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, v.16, n.1, p. 169 – 188, 2014. Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional; Ed: A Associação, 2014.

SPOSITO, M. E. B. Loteamentos fechados em cidades médias paulistas - Brasil. In: SPOSITO, E. SPOSITO, M. E. B. SOBARZO, O. (Org.). Cidades médias: produção do espaço urbano e regional. São Paulo: Expressão Popular, 2006, v. 1, p. 175-196.

________________. WHITACKER, A. M. Cidade e campo: relações e contradições entre o urbano e o rural. 1ª ed. São Paulo: Expressão Popular: 2006.

RIBEIRO FILHO, G. B. A formação do espaço construído: cidade e legislação urbanística em Viçosa-MG. 243 p. Dissertação (Mestrado em Urbanismo). Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. 1997.

VILLAÇA, F. Espaço intraurbano no Brasil. São Paulo: Nobel, 2012.

Publicado
2019-12-08
Seção
GT-14: Geotecnologias e Análise Espacial no espaço urbano