PERSPECTIVA PARA O PLANEJAMENTO REGIONAL: UM BREVE OLHAR SOBRE A PROPOSTA DA TRAMA VERDE E AZUL NAS EXPERIÊNCIAS DA REGIÃO DE NOR-PAS-DE-CALAIS NA FRANÇA E DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE, NO BRASIL.

  • Raquel Henrique Universidade do Vale do Paraíba
  • Maria Angelica Toniolo Univap
  • Cilene Gomes

Resumo

Um desafio para humanidade neste século é buscar novos caminhos para o desenvolvimento sustentável, dado o continuo agravamento da degradação ambiental e das desigualdades sociais. O crescente debate sobre o conceito dentro das mais diversas esferas, como a acadêmica e pública, revela a necessidade em se buscar superar antigas lógicas de organização da vida social e, portanto, superar a dicotomia na esfera do planejamento entre meio ambiente e espaço urbano torna-se uma prioridade. O presente artigo busca realizar uma breve discussão sobre a proposta da Trama Verde e Azul elaborada a priori na região de Nord-Pas-de-Calais, na França e, a posteriori, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, apontando alguns desafios e possibilidades já evidenciados pela literatura específica. Insere-se este trabalho no esforço em se pensar propostas para um planejamento ambiental integrado como possibilidade e realidade.

Biografia do Autor

Raquel Henrique, Universidade do Vale do Paraíba
Bacharel e Licenciada em Geografia pela FCT Unesp, Mestre e Doutorado (conclusão 2022) pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP). Pesquisadora e ativista, participou de cursos e formações da FGV, Fundação Florestal, INPE, CBH, Câmaras Técnicas Municipais. Tem experência em pesquisa de campo para coleta de dados qualitativos. Seus estudos tem como cerne a questão ambiental e a apropriação humana, atualmente direcionando o doutorado nos estudos sobre um planejamento regional integrado considerando outras lógicas como a ambiental e cultural

Referências

AMARAL, Sergio Pinto. Sustentabilidade Ambiental, Social e Econômica nas Empresas. Como entender, medir e relatar. São Paulo: Editora Tocalino, 2004.

Brasil. (1973, 11 de junho). Lei Complementar n. 14, de 8 de junho de 1973. Estabelece as regiões metropolitanas de São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Salvador, Curitiba, Belém e Fortaleza. Brasília: Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil. Brasil. (1974, 1 de julho). Lei Complementar n. 20, de 1º de julho de 1974. Dispõe sobre a criação de Estados e Territórios. Brasília: Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil.

COSTA, H. S. M; OLIVEIRA, A. M; ALMEIDA, D.A.O. Uma Discussão a partir do Caso da Região Metropolitana de Belo Horizonte. In: Governança Multinível e desenvolvimento regional sustentável. Org. CARNEIRO, J. M.B; FREY, K. 2018. Disponível em: https://oficinamunicipal.org.br/uploads/attachments/libraryitem/34/Governan%C3%A7a_Multinivel_-_Miolo.pdf Acesso em: 21 jun. 2019.

EUCLYDES, Ana Carolina Pinheiro. A hipótese otimista: Dialética e utopia das áreas verdes, das áreas protegidas e da trama verde e azul. 2016. Tese (Doutorado em Arquitetura). Escola de Arquitetura, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2016.

FAISSOL, S. et al. Áreas de pesquisa para delimitação de áreas metropolitanas. Revista Brasileira de Geografia, Rio de Janeiro, IBGE, v. 31, n. 4, p. 53-127, out./dez. 1969.

HARVEY, D. Cidades rebeldes: do direito à cidade à revolução urbana. Tradução de Jeferson Camargo. São Paulo: Martins Fontes, 2014 (2012).

GIRARDI, E. P. Atlas da questão agrária brasileira. Disponível em: http://www2.fct.unesp.br/nera/atlas/caracteristicas_socioeconomicas_b.htm Acesso em: 21 jun 2019.

GOMES, P. S., A regulação urbanística e ambiental no contexto metropolitano: reflexões a partir do Vetor Norte da metrópole belo-horizontina. Dissertação de mestrado. NPGAU/UFMG, 2013.

GOMES, C.; ANDRADE, D. J.; SANTOS, M. H. S. O que une, separa: Questão metropolitana e paradoxos da transformação socioespacial em contexto regional paulista. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional, XVIII, 2019, Natal. Anais... Natal: ANPUR, 2019. p. 1-12. Disponível em: <http://anpur.org.br/xviiienanpur/anais-sts/>. Acesso em: 20 jun. 2019.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2015. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/ Acesso em: 21 jun. 2019.

JACQUES, P. B. Patrimônio cultural urbano: espetáculo contemporâneo? Revista de Urbanismo e Arquitetura, 2003, v. 6, n. 1.

MARICATO, Ermínia. As ideias fora do lugar e o lugar fora das ideias: Planejamento Urbano no Brasil. In: ARANTES, Otília; VAINER, Carlos; MARICATO, Ermínia. A cidade do pensamento único: desmanchando consensos. Petrópolis: Vozes, 2000.

MBM - MISSION BASSIN MINIER. Disponível em: http://www.missionbassinminier.org/index.php?id=27 Acesso em: 21 jun 2019.

MONTE-MÓR, R. L. M. Planejamento metropolitano em Belo Horizonte: uma experiência universitária. In: RIBEIRO, Ana C.; LIMONAD, Ester; GUSMÃO, Paulo P. (Org.) Desafios ao planejamento. Rio de Janeiro: ANPUR; Letra Capital, 2012, p. 95-112.

SANTOS, S. A Natureza do Espaço: técnica, razão e emoção. 4. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2004.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

OLIVEIRA, Francisco de. O Estado e o urbano no Brasil. Rev. Espaço & Debates, São Paulo, n. 6, jun./set. 1982.

OLIVEIRA, A. M; COSTA, H. S. M. A trama verde e azul no planejamento territorial: aproximações e distanciamentos. Rev. Bras. Estud. Urbanos Reg. [online]. 2018, vol.20, n.3, pp.538-555.

TONUCCI FILHO, J. B. M; MONTE MÓR, R. L. M. Avanços e desafios ao planejamento metropolitano: o caso do PDDI-RMBH. In: XV Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional, 15, 2013, Recife. Anais..., Recife: Anpur, 2013.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS – UFMG. Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional. Plano Metropolitano – Macrozoneamento RMBH. Produto 1: Marco teórico metodológico e definição das áreas temáticas afetas ao interesse metropolitano. Belo Horizonte, fev. 2014.

Publicado
2019-11-28
Seção
GT-2: Metrópole, metropolização e dinâmica espacial contemporânea