FRANQUIAS, FORMAS URBANAS QUE REFORÇAM A CENTRALIZAÇÃO EM UMA CIDADE MÉDIA IMERSA NO PROCESSO DE INÉRCIA: O CASO DE OURO PRETO-MG.

  • Ramon Coelho Duarte Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG https://orcid.org/0000-0001-9615-8520
  • Isabelle de Paula Pimentel Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG
  • Nayara Jamine Silva Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG

Resumo

O presente artigo tem o intuito de levantar e argumentar quais os principais ramos de franquias têm se interessado a se instalar na cidade média Ouro Preto – MG, e por se tratar dos passos iniciais de uma pesquisa em andamento, o recorte proposto aqui dará ênfase sobre a atuação das franquias do ramo de alimentação e a sua relação com o espaço intraurbano do município. Ou seja, relação com os processos espaciais de centralização e inércia e a produção do espaço urbano. As franquias são consideradas novas formas urbanas do setor terciário, em especial do comércio varejista. Toda a extensão da Área Central da cidade de Ouro Preto é tombada, considerada, portanto, como patrimônio histórico e cultural, sob ação da inércia, e mesmo assim, as franquias do ramo de alimentação têm se interessado em ser uma das formas urbanas do Centro Tradicional desta cidade histórica.

Biografia do Autor

Ramon Coelho Duarte, Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG
CODAGEO - IFMG - campus Ouro Preto.
Isabelle de Paula Pimentel, Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG
CODAGEO - IFMG - campus Ouro Preto.
Nayara Jamine Silva, Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG
CODAGEO - IFMG - campus Ouro Preto.

Referências

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AMORIM FILHO, Oswaldo; SERRA, Rodrigo Valente. Evolução e perspectivas das cidades médias no planejamento urbano regional. In: ANDRADE, Thompson Almeida; SERRA, Rodrigo Valente (org.). Cidades Médias Brasileiras. Rio de Janeiro: IPEA, 2001. p. 1-34.

AMORIM FILHO, O. B.; BUENO, M. E. T.; ABREU, J. F. Cidades de porte médio e o programa de ações sócioeducativo-culturais para as populações carentes do meio urbano em Minas Gerais. Boletim de Geografia Teorética, Rio Claro, v. 12 n. 23-24, 33-46, 1982.

AMORIM FILHO, Oswaldo Bueno; RIGOTTI, José Irineu Rangel; CAMPOS, Jarvis. Os níveis hierárquicos das cidades médias de Minas Gerais. Raega-O Espaço Geográfico em Análise, v. 13, 2007.

Associação Brasileira de Franchising. Desempenho do Franchising. Disponível em: <https://www.abf.com.br/>, p. 1-17. Acesso em 06 Jun. 2019

Associação Brasileira de Franchising. Perfil Das 50 Maiores Franquias Do Brasil - Marcas Associadas 2018. Disponível em: <https://www.abf.com.br/>, p. 1-19. Acesso em 04 Jul. 2019

BRASIL. Dispõe sobre o contrato de franquia empresarial (franchising) e dá outras providências. Brasília: Lei nº 8.955, de 15 de Dezembro de 1994. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8955.htm >. Acesso em 06 Jun. 2019.

BRASIL. Organiza a proteção do patrimônio histórico e artístico nacional. Brasília: Decreto-lei nº 25, de 30 de Novembro de 1937. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del0025.htm>. Acesso em 04 Jul. 2019.

BROWN, S. The wheel of retail gravitation? Environment and Planning B: Planning and Design, v. 24, n. 10, p. 1409-1429, 1992. DOI: 10.1068/a241409.

CAPEL, Horácio. Agentes y estrategias en la producción del espacio urbano español. Revista de Geografia, Barcelona, v.8, n.1-2, p.19-58, 1972.

CASTELO BRANCO. Maria Luísa Gomes. Algumas Considerações sobre a identificação de Cidades Médias. In: ENGEL, Priscila Estevam. O papel das franquias na consolidação da centralidade das Cidades Médias: o caso de São José do Rio Preto-SP. Geosaberes. Fortaleza, v. 6, número especial (2), p. 286 – 299, Universidade Federal do Ceará, novembro, 2015.

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. Tradução: Luciano Vieira Machado. São Paulo: Estação Liberdade; Ed. Unesp, 2001.

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. São Paulo: Editora UNESP, 2006.

CORRÊA, Roberto Lobato. O Espaço Urbano. São Paulo: Ática, 1989.

_______ . CORRÊA, Roberto Lobato. Trajetórias geográficas. 1997.

_______. Construindo o conceito de cidade média. Cidades médias: espaços em transição. São Paulo: Expressão popular, p. 23-33, 2007.

_______. Sobre Agentes Sociais, Escala e Produção do Espaço: Um texto para Discussão. In: A Produção do Espaço Urbano: Agentes, Processos, Escalas e Desafios. Carlos, Ana Fani Alessandri. Souza, Marcelo Lopes de. Sposito, Maria Encarnação Beltrão (organizadores). São Paulo: Contexto, 2011. p. 41-51.

COSTA, Raíssa de keller. Acessibilidade e preservação do patrimonio Cultural da cidade de Ouro Preto, Minas Gerais. Belo Horizonte, 2016

CUNHA, Winblendon Maciel. Proposta de layout em uma franquia cacau show na região dos Inconfidentes - MG. Trabalho de conclusão de curso (graduação em Administração) – Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana, 2018.

FERREIRA, A .B .H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

FERREIRA, Oscar Luis. Patrimônio cultural e acessibilidade: as intervenções do programa monumenta, de 2000 a 2005. Tese (doutorado) – Programa de Pesquisa e Pós-graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília. Brasília, 2011.

FRITZ, Rodrigo Moraes; BATELLA, Wagner. O papel das franquias na reestruturação das cidades: a ascensão do setor em Viçosa – MG. Revista Cerrados. Montes Claros, v.15, n.2, p. 46-70, jul./dez-2017.

Portal IPHAN. Disponível em: <http://portal.iphan.gov.br/>. Acesso em: 11 de Junho de 2019

PORTO SALES, Andrea Leandra. A situação espacial de franquias na América do Sul: morfologia e centralidade urbanas em cidades médias da Argentina, Brasil e Chile. 281f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2014.

ORTIGOZA, Silvia Aparecida Guanieri. As Franquias e as Novas Estratégias do Comércio Urbano no Brasil. 180 f. Dissertação de Mestrado - Instituto de Geociências e Ciências Exatas Campus Rio Claro, Universidade Estadual Paulista, 1996.

RIBAS, João A. Suckow. Confidencial: Por dentro de uma franquia. Caxias do Sul: Maneco, 2006. 204p.

ROCH, Fernando. GUERRA, Felipe. Especulacion del suelo? Colecão: Hacer la ciudad. Editora: Nuestra Cultura. Madrid, 1981. 125p.

SEBRAE. Conheça o sistema de Franquias. Disponível em: <http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/conheca-o-sistema-de-franquias,6c9b39407feb3410VgnVCM 1000003b74010aRCRD>. Acesso em 06 Jun 2019.

Publicado
2019-11-29
Seção
GT-3: Cidades médias e reestruturação urbana: tendências empíricas e desafios teóricos