Robert Michels e Joseph Schumpeter: duas teorias elitistas da democracia em perspectiva comparativa

Autores

  • Marco Vinicius de Castro UFV

DOI:

https://doi.org/10.47456/acp.v%25vi%25i.23673

Resumo

Robert Michels e Joseph Schumpeter são dois autores que, juntamente com um rol de outros autores, fazem parte de um campo teórico comumente chamado de “teorias elitistas”, “teoria da elite” ou “maquiavélicos”. Este trabalho teve por objetivo fazer uma análise e comparação explícita das obras “Sociologia dos Partidos Políticos” e “Capitalismo, Socialismo e Democracia”, de Robert Michels e Joseph Schumpeter, respectivamente. Para cumprir esse objetivo, foi feita uma análise sistemática ponto a ponto dessas obras e, posteriormente, tenta-se especificar precisamente as diferenças e similitudes entre elas. Conclui-se que as teorias desses autores são relevantes até os dias atuais para compreender, em diversos contextos, certos aspectos do funcionamento da democracia liberal representativa e da organização dos partidos políticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-02-19