O REPERTÓRIO LEXICAL EM COMUNIDADES QUILOMBOLAS DE PERNAMBUCO: AFRICANISMOS PRESERVADOS OU INOVAÇÃO LINGUÍSTICA?

Autores

  • Edmilson José de Sá

Resumo

A proposta deste trabalho advém da análise do corpus coletado para a construção do Atlas Linguístico Quilombola do Moxotó-Ipanema de Pernambuco (ALQUIMIPE), de modo a refletir como o léxico das comunidades investigadas se localiza dentro de um continuum de variedades do português brasileiro registradas como português afro-brasileiro e português indígena, justificadas tanto por laços de parentesco como por auto-atribuição, e de variedades ‘híbridas’ que apresentam denominações do latim, do português moderno e influenciadas pelo ambiente ecolinguístico da comunidade.

Palavras-chave: Léxico; Comunidades Quilombolas; Pernambuco; Africanismos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-27

Edição

Seção

GT1 - Africanidades e Brasilidades em Literaturas e Linguística