CONTRARREFORMAS E POLÍTICAS SOCIAIS: ANÁLISE DA PROPOSTA DO BANCO MUNDIAL

Autores

  • Gissele Carraro PUC-RS
  • Solange Emile Berwig Unipampa
  • Naara de Lima Campos UFEES

Resumo

Este trabalho tem como finalidade apresentar algumas análises sobre o processo de contrarreformas em curso no Brasil, recomendadas pelo Banco Mundial, que impacta configuração das políticas sociais, entre elas a assistência social, bem como o redimensionamento do papel do Estado na garantia de direitos sociais preconizados na Constituição Federal de 1988. As reflexões realizadas por meio de análise documental apontam para o desmonte e a expropriação de direitos conquistados historicamente pela classe trabalhadora, como parte de uma estratégia de retomada da acumulação do capital em tempos de capitalismo neoliberal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gissele Carraro, PUC-RS

Doutora em Serviço Social. Bolsista do Programa Nacional de Pós-Doutorado da CAPES e Professora Colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da PUC-RS.

Solange Emile Berwig, Unipampa

Doutora em Serviço Social pela PUC-RS. Professora do Curso de Serviço Social da Universidade Federal do Pampa – UNIPAMPA, Campus São Borja. Integrante do Grupo de Pesquisa: Trabalho, Formação Profissional em Serviço Social e Política Social na América Latina

Naara de Lima Campos, UFEES

Doutoranda em Política Social pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Bolsista CAPES, integrante do Grupo de Pesquisa Dinheiro e Capital da UFES, 

Downloads

Publicado

2019-06-25

Edição

Seção

Mesa coordenada Contrarreformas e Política de Assistência Social: retrocessos e resistências