Renda, crédito e igualdade: limites e contradições

Autores

  • Nina de Oliveira Castellano

Resumo

A partir do governo de Luis Inácio Lula da Silva, observou-se uma guinada em direção à políticas sociais que preconizavam, sobretudo, a transferência de renda e o acesso ao crédito. Tais políticas vão de encontro ao ideário do que ficou conhecido como “social-desenvolvimentismo”, que consiste em um modelo de desenvolvimento que tem no social um elemento constitutivo, principalmente por meio do consumo de massa. O presente trabalho ocupa-se dos resultados de tal modelo para a constituição de uma sociedade mais igualitária, tomando como referência o caso do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nina de Oliveira Castellano

Cientista Social pela Universidade de São Paulo e mestranda em Políticas Públicas e Estratégias de Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

2015-06-18

Edição

Seção

Comunicações Orais - Pobreza e desigualdades no capitalismo contemporâneo