O BRINCAR HEURÍSTICO

UMA PERSPECTIVA SOBRE AS CONTRIBUIÇÕES NA EDUCAÇÃO INFANTIL ATRAVÉS DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR (BNCC).

Autores

  • Gabriela Martins Oliveira Universidade Federal do Pampa
  • Rafael Silveira da Mota Universidade Federal do Pampa

DOI:

https://doi.org/10.55470/relaec.37376

Palavras-chave:

Brincar Heuristico, Educação Infantil, Base

Resumo

Este Artigo busca trazer um olhar sobre o Brincar Heurístico e suas contribuições no cotidiano da Educação Infantil através da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) que tem como seus eixos estruturantes as interações e brincadeiras. A análise sobre o documento e o conceito de um brincar desconstruído vem de encontro com as novas práticas pedagógicas que integram a base nesta etapa, iremos desbravar o brincar como indispensável no processo de aprendizagem das crianças e como podemos oferecê-lo de forma significativa e potente pensando na formação integral das mesmas através de um brincar cheio de intencionalidades e rico em experiências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANNING, Angela. O Brincar e o Currículo Oficial: de volta ao básico: uma visão alternativa. In: MOYLES, Janet R. et al. A Excelência do Brincar. Porto Alegre, ArtMed, 2006. P. 85-93.

BEHNE. L, O. A Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil. Brasil Escola. [S.L], 2020. Disponível em: https://monografias.brasilescola.uol.com.br/pedagogia/a- base-nacional-comum-curricular-para-educacao-infantil.htm. Acesso em: Set. 2021.

BORDIN, R; SOUZA, C; KUNZ, E. O brincar Heurístico: Pensando a Educação Física para bebês. Santa Maria, 2014. Disponível em: http://congressos.cbce.org.br/index.php/7csbce/2014/paper/viewFile/5887/3137. Acesso em: Out. 2021

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/ . Acesso em: Jul. 2021.

CHATEAU, Jean. O jogo e a criança. 2. ed. São Paulo: Summus, 1954.

DESLAURIERS, J-P. Recherche qualitative; guide pratique. Québec: McGrawHill, 1991.

FERREIRA, A,B,H. Novo Aurélio Século XXI: o dicionário da língua portuguesa.

FOCHI, P. Materiais Naturais e não Estruturados e pouca Intervenção externa: Conheça o Brincar Heurístico. Aliança pela Infância. 2019. [S.L]. Disponível em: http://aliancapelainfancia.org.br/inspiracoes/materiais-naturais-e-nao-estruturados-e-pouca- intervencao-externa-conheca-o-brincar-heuristico/ . Acesso em: Out. 2021.

FONSECA, J, J, S, D. Metodologia da pesquisa científica. Ceará: Universidade Estadual do Ceará, 2002.

FRAZÃO,D. Biografia de Jean Piaget. Ebiografia, [s,l], 2020. Disponível em: https://www.ebiografia.com/jean_piaget/ . Acesso em: out, 2021.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017. GOLDSCHMIED, E; JACKSON,S. Educação de 0 a 3: o atendimento em creche. Tradução: Marlon Xavier. 2ª ed. -Porto Alegre: Grupo A, 2006. p.114-160. Lewin, K. Problemas de dinâmica de grupo. São Paulo, Cultrix, 1970.

MACEDO, L, D. Faz de conta na escola. A importância do brincar. Revista Pátio – Educação Infantil. Ano I, nº 3, dez. 2003.

MARTINS, G, D, F; VIEIRA, M, L; OLIVEIRA, A, M, F. Concepções de professores sobre brincadeira e sua relação com o desenvolvimento na educação infantil. Interação em Psicologia, 2006, v. 10, n. 2, p. 273-285.

MASERA, T, C. Desenvolvimento Infantil de zero a três anos. Brasil Escola,[s,l], 2019? https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/pedagogia/desenvolvimento

Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998, volumes: 1 e 2.

MOYLES, Janet R. A Pedagogia do Brincar: entrevista. Pátio: educação infantil, Porto Algre, v. 7, n. 21, p. 18-21, nov./dez, 2009. Porto Alegre, 2009.

OLIVEIRA, F. Maria Montessori: Médica Italiana fascinada pela educação. Portal Gelédes, [S.L], 2012. Disponível em:

https://www.geledes.org.br/maria-montessori-medica- italiana-fascinada-pela educacao/?

gclid=CjwKCAiAwKyNBhBfEiwA_mrUMnUPxlulHFPICBO3qqfkofd3j- emk_B24MirBBL7JmZoJ9ExxRIqIhoC0mcQAvD_BwE . Acesso em: Nov, 2021.

Pedagogia e infância. O Brincar Heurístico. [S.l], 2020. Disponível em: https://pedagogiaeinfancia.com.br/o-brincar-heuristico/ . Acesso em: Out. 2021.

PIAGET, J. A psicologia da inteligência. Tradução de Guilherme João de Freitas Teixeira. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

PUJOL, L. Quem foi Loris Malaguzzi, o criador da abordagem Réggio Emília. [s,l], 2020. Disponível em: https://desafiosdaeducacao.grupoa.com.br/malaguzzi-100-anos/ . Acesso em: out, 2021.

ROCHA, POLONINI. R.J. O Brincar Heurístico na educação em época de Covid-19: Relato de experiência da abordagem como estratégia de educação a distância. CIET/ EnPED, São Paulo, 2020. Disponível em: https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/article/view/1792/1425 . Acesso em: Set. 2021.

VECCHI, V. Arte y creatividad em Reggio Emilia: el papel de los talleres y sus possibilidades em educación infantil. Madrid: Morata, 2013.

ZEIDAN, E, R, S, B; FARIA, L, G. O papel do atelierista na escola da Infância. Colégio Emilie. [S.L], 2019. Disponível em: https://colegioemilie.com.br/formacao-continuada/2019- formacao-continuada/o-papel-do-atelierista-na-escola-da-infancia/ . Acesso em: Nov, 2021.

Downloads

Publicado

09-02-2022

Edição

Seção

Dossiê - Ludicidade e Educação: Contribuições da Pedagogia

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>