O ESTATUTO POLÍTICO DA DESOBEDIÊNCIA CIVIL NO PENSAMENTO DE HANNAH ARENDT

Autores

  • Mário Sérgio de Oliveira Vaz UFPR

Resumo

Neste artigo, busca-se explicitar o estatuto político da desobediência civil no pensamento de Hannah Arendt. Para tanto, o texto se divide em três momentos complementares: no primeiro momento, o objetivo é discorrer a respeito das potencialidades da desobediência civil, isto é, sua relação com o tema da liberdade e do poder. No segundo momento, discute-se a argumentação de Arendt com relação à pergunta pelo conceito de lei que possa ser mais apropriado com a desobediência civil e ressalta-se as implicações que o ato de desobedecer acarreta para a posição defendida pelos juristas diante do tema. E, por fim, o terceiro momento do artigo estabelece uma aproximação entre a noção de felicidade pública e a desobediência civil a fim de destacar como esse fenômeno cumpre um papel fundamental para o redescobrimento e atualização da relação entre liberdade, ação, poder e felicidade pública.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-30