A descrição arquivístistica e a recuperação da informação: a organização do inventário analítico cine memória – as salas de cinema do espírito santo

André Malverdes

Resumo


Este artigo é uma apresentação da organização e elaboração do inventário analítico Cine Memória – As salas de cinema do Espírito Santo. A coleção conta com documentos iconográfico, cartográficos e audiovisuais, jornais originários dos principais meios de comunicação do estado e de coleções particulares que registram, de forma significativa, as transformações urbanas, dos costumes, as festas de inauguração, eventos oficiais, as transformações urbanas, as obras e as estruturas das salas de cinema do Espírito Santo entre 1901 e 1985.  O objetivo do artigo é demonstrar a importância da descrição arquivística na organização e recuperação da informação que, planeja com metodologia arquivísticas e adotando as normas internacionais e nacionais de descrição possibilitam o acesso o controle e o acesso a informação do acervo. Além disso, o artigo apresenta um histórico da exibição cinematográfica no Espírito Santo, considerações sobre o papel da atividade da descrição arquivística na organização da informação, a importância dos arquivos pessoais, da história oral e da imprensa como fonte de informação para a recuperação do contexto arquivístico.

 


Palavras-chave


Salas de cinema; memória; história do Espírito Santo;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.