Genuszuweisung von ad-hoc-entlehnungen: eine linguistische untersuchung kubanischer migranten in Berlin (Atribuição de gênero de empréstimos culturais Ad-hoc: Um estudo linguístico de imigrantes cubanos em Berlim)

  • Franziska Schwantuschke Bacharel em Linguística pela Humboldt-Berlim e aluna de mestrado binacional entre a Universidade de Leipzig/Alemanha e UFPR/Brasil

Resumo

O presente trabalho dedica-se à atribuição de gênero de empréstimos culturais ad hoc. Além da perspetiva teórica, utiliza-se de dados linguísticos levantados por meio de questionário para fundamentar as suposições teóricas. O objetivo do trabalho é apresentar uma descrição da alternância das línguas entre o artigo e o substantivo entre migrantes cubanos em Berlim. Assim, será perseguida a seguinte pergunta: quais são os componentes que influenciam à atribuição de gênero? Os resultados mostram que uma observação específica relativa às palavras e aos falantes é indispensável. Ao encontro da suposição inicial, a competência de gênero do falante tem pouca influência à atribuição de gênero. Maior papel cabe ao gênero original da palavra emprestada e se a palavra é marcada.

Publicado
2012-12-31
Como Citar
Schwantuschke, F. (2012). Genuszuweisung von ad-hoc-entlehnungen: eine linguistische untersuchung kubanischer migranten in Berlin (Atribuição de gênero de empréstimos culturais Ad-hoc: Um estudo linguístico de imigrantes cubanos em Berlim). Simbiótica. Revista Eletrônica, 1(2). Recuperado de http://periodicos.ufes.br/simbiotica/article/view/4805
Edição
Seção
Artigo