Ensinamentoos de Rosa Maria em a A Arte de Comer Bem (1931-1933)

Autores

  • MARIA CECILIA BARRETO AMORIM PILLA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ

Resumo

No Brasil da década de 1930 era predominante a ideia de que a mulher deveria se dedicar primeiramente ao seu papel “natural” de mãe e esposa, para tanto, deveria ser educada para exercer funções majoritariamente voltadas ao lar e a sua família. Esses preceitos poderiam ser aprendidos tanto nos espaços públicos como a Escola, o Estado e/ou a Igreja, como também informalmente no espaço da casa. Escolheu-se para essa pesquisa a apreciação de fontes, cartas contidas no livro de receitas por meio das quais a autora, Marieta de Oliveira Leonardos, sob o pseudônimo de Rosa Maria, procurou orientar, na pessoa dessa suposta mãe, todas as mulheres que encontrassem dificuldades diante do cotidiano alimentar de suas casas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

MARIA CECILIA BARRETO AMORIM PILLA, PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ

possui graduação em Direito - UNICURITIBA (1990), graduação em História pela Universidade Federal do Paraná (1993), mestrado em História pela Universidade Federal do Paraná (1999) e doutorado em História pela Universidade Federal do Paraná (2004). Atualmente é professor Adjunto III da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, onde também é Coordenadora do Programa de Pós-Graduação - Mestrado em Direitos Humanos e Políticas Públicas e professora das disciplinas de Teoria dos Direitos Humanos e História dos Direitos Humanos. Foi coordenadora do curso de Licenciatura em História na PUCPR entre os anos de 2008-2015 e da Especialização em História Social da Arte (2009-2016). É membro do projeto DIAITA - Patrimônio Alimentar da Lusofonia - na área de história e cultura da alimentação da Universidade de Coimbra desde 2014. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Moderna, atuando principalmente nos seguintes temas: história da alimentação, diferenciação social, comportamento adequado e boas maneiras; alimentos, símbolos, civilização; e processo civilizador e direitos humanos. Membro do Conselho Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná desde 2017. Membro da Comissão Consultiva das Obras Pioneiras da Cultura Portuguesa desde 2017 (Portugal). 

Downloads

Publicado

2021-02-03

Edição

Seção

Dossiê "Mulheres e criações artísticas na história: tramas e poderes"