A intelectualidade telúrica de Ada Curado: uma grande escritora em Goiás no século XX

Autores

  • Ana Carolina Eiras Coelho Soares Universidade Federal de Goiás
  • Danielle Silva Moreira dos Santos Universidade Federal de Goiás

Resumo

Mulheres como Ada Curado (1916-1999) não possuem espaços nem na historiografia tradicional nem no cânone literário, ambos essencialmente masculinos. No entanto, dentro das perspectivas analíticas da história das relações de gênero e das mulheres, descortina-se a possibilidade de entender a trajetória dessa mulher excepcional em termos de engajamento político e produção cultural. Existia uma grande rede de apoio entre mulheres escritoras e intelectuais em Goiás, ampliando e incentivando sua participação nos espaços públicos. Foi justamente nesse contexto que Ada Curado viveu e produziu obras diversas, tecendo críticas e observações políticas, culturais e sociais fundamentais, tanto regionais quanto nacionais. No rol das mulheres artistas intelectuais que fizeram parte da História, Ada Curado, esquecida pelas História e pela Literatura foi uma voz potente em seu tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina Eiras Coelho Soares, Universidade Federal de Goiás

Professora Associada do Programa de Pós-Graduação em História-UFG e da Faculdade de História da Universidade Federal de Goiás. Atualmente está coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisa de Gênero da Faculdade de História (GEPEGH-UFG); coordenadora do GT regional de Gênero da ANPUH-GO; membra da diretoria da ANPUH/GO (gestão 2020/2022); membra da Sociedade dos Estudos dos Oitocentos e realiza seu segundo pós-doutoramento em História pelo PPGH/UFES. Possui pós-doutorado em Antropologia pela UNB (2017), doutorado em História Política pela UERJ (2009), Mestrado em História pela UERJ (2003); Especialização em Psicopedagogia pela UCAM (2008); licenciatura e bacharelado pela UERJ (2001). 

Danielle Silva Moreira dos Santos, Universidade Federal de Goiás

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade de História da Universidade Federal de Goiás. Já atuou como professora substituta da Faculdade de História da UFG, Campus Goiânia (2019). É mestra em História pela Faculdade de História da Universidade Federal de Goiás (2018), graduada em História pela Universidade Federal de Goiás (2015) e integrante do Grupo de Estudos e Pesquisa em Gênero (GEPEGH-UFG).

Downloads

Publicado

2021-02-03

Edição

Seção

Dossiê "Mulheres e criações artísticas na história: tramas e poderes"