O território-rede como estratégia de reestruturação produtiva: Análise da indústria de calçados nos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul-Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/geo.v1i33.37141

Palavras-chave:

Território-rede;, indústria de calçados;, Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul

Resumo

O texto aborda como as transformações materializadas com a inovação tecnológica, a divisão técnica do trabalho e a reorganização espacial dos circuitos produtivos originam diferentes estruturas econômicas de arranjos e de sistemas territoriais de produção. O recorte empírico da indústria de calçados no Brasil é tomado como exemplo, em especial nos estados do Rio Grande do Sul e de São Paulo, onde a produção é mais antiga e os impactos da reestruturação reconfiguram suas funções tradicionais. Estes estados comandam novos sistemas de fluxos e de polarizações, não sem criar diferentes experiências de tensões e coesões, que alteram as competências, as escolhas e as decisões internas e externas ao território. Como resultado, é fundamental a conformação do território-rede, que detêm a capacidade de articular processos produtivos distintos, mas sincrônicos em toda sua atividade, efetivando a conectividade da produção industrial calçadista em múltiplas escalas geográficas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edilson Pereira Junior, Universidade Estadual do Ceara

Possui graduação e mestrado em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP Campus de Presidente Prudente - SP e pós-doutorado pela Université Paris 1 - Panthéon-Sorbonne. É professor adjunto da Universidade Estadual do Ceará (UECE), onde leciona e orienta pesquisas na Graduação e no Programa de Pós-Graduação, além de assumir a coordenação do Laboratório de Estudos do Território e da Urbanização (LETUr). É Bolsista Produtividade do CNPq. Foi professor visitante no Institut de Géographie da Université Paris 1 - Panthéon-Sorbonne e na Universidad Nacional de Córdoba/UNC Argentina. Realizou Estágio Sanduíche na Université Paris Dauphine - Paris 9. Atua nas áreas de Geografia Econômica e Geografia Urbana, com ênfase nos estudos sobre dinâmicas territoriais, reestruturação produtiva, metropolização, economia urbana e espaço urbano regional.

José Eudázio Honório Sampaio, Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE)

Mestre em Geografia e Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE). Bolsista Funcap/CE.

João Vitor Oliveira de Alencar, PropGeo/UECE

Mestre em Geografia e Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (PropGeo/UECE). Bolsista Funcap/CAPES.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS DE CALÇADOS. Relatório Setorial. Novo Hamburgo, RS: Abicalçados, 2020. Disponível em:<http://www.abicalcados.com.br/>. Acesso em: 30 ago. 2020.

BENKO, George. Economia, espaço e globalização na aurora do Século XXI. 2. ed. São Paulo: Hucitec/Annablume, 2002.

BRASIL. Ministério do Trabalho e do Emprego. Base de dados estatísticos: RAIS/CAGED. Brasília, 2019. Disponível em:< http://bi.mte.gov.br/bgcaged/login.php>. Acesso em: 11 maio. 2019.

CALANDRO, Maria Lucrécia; CAMPOS, Silvia Horst. Arranjo Produtivo Local (APL) calçadista Sinos-Paranhana — RS: análise do segmento de calçados de alto valor agregado. Relatório II. Porto Alegre: FEE, 2015. Projeto Estudo de Aglomerações Industriais e Agroindustriais no Rio Grande do Sul.

CARAVACA, Inmaculada et al. Innovación y terrritorio: análisis comparado de sistemas productivos locales en Andalucía. Sevilha: Junta de Andalucía, 2002.

COSTA, Achyles Barcelos. A concentração econômica na indústria de calçados do Vale dos Sinos. Dissertação (Mestrado) apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 1978.

COSTA, Achyles Barcelos. Instituições e competitividade no arranjo calçadista do Vale do Sinos. Análise Econômica, Porto Alegre, ano 27, n. 52, p. 253-283, set. 2009.

COSTA, Achyles Barcelos da; PASSOS, Maria Cristina (Orgs.). A indústria calçadista no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2004.

FISCHER, André. Industrie et espace géographique. Paris: Masson, 1994.

GALVÃO, Cláudia Andreoli. Sistemas industriais localizados: O Vale do Paranhana – complexo calçadista do Rio Grande do Sul. Texto para discussão IPEA, n. 617, Brasília, IPEA, jan., 1999.

HAESBAERT, Rogério. O mito da desterritorialização: do fim dos territórios à multiterritorialidade. 2.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

LENCIONI, Sandra. Condições gerais de produção: um conceito a ser recuperado para a compreensão das desigualdades de desenvolvimento regional. Scripta Nova, Revista electrónica de geografía y ciencias sociales. Barcelona, Universidad de Barcelona, v. 11, n. 245, agosto de 2007.

MAILLAT, Denis. Sistemas productivos regionales y entornos innovadores. In: OCDE (ed.) Redes de empresas y dessarollo local: competencia y cooperación en los sistemas productivos locales. LEED (Programa de Empleo y Desarrollo Económico Locales). Cidade do México: OCDE, 1999, p. 75-90.

MÉNDEZ, Ricardo. Del distrito industrial al desarrollo territorial: estrategias de innovación en ciudades intermedias. Desenvolvimento em questão, Ijuí, v. 4, n. 7, p. 9-46, jan./jun., 2006.

MÉNDEZ, R.; CARAVACA, I. Organización industrial y territorio. Madrid: Sintesis, 1996.

PEREIRA JÚNIOR, E. Impactos da acumulação com predominância financeira sobre a nova Geografia industrial: processos produtivos, competitividade e diferenciação espacial. Ateliê Geográfico, v. 13, n. 3, p. 29-45, 2019.

PEREIRA JÚNIOR, E. A indústria de calçados no Brasil diante da reestruturação territorial e produtiva. In: SPOSITO, Eliseu Savério (Org.). O novo mapa da indústria no início do século XXI: diferentes paradigmas para leitura das dinâmicas territoriais do estado de São Paulo. São Paulo: Unesp Digital, 2015. p. 153–200.

PEREIRA JÚNIOR, E. Território e economia política: uma abordagem a partir do novo processo de industrialização no Ceará. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012. 478 p.

PEREIRA JÚNIOR, E.; SAMPAIO, J. E. H. Convergências e contradições do novo mapa da indústria de Calçados no Brasil. Entre Lugar, Dourados (MS), v. 11, n.21, p. 75 - 100. 2020. Disponível em: <https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/entre-lugar/article/view/12049>. Acesso em: 28 ago. 2020.

REIS, Carlos Nelson dos. A indústria brasileira de calçados: inserção internacional e dinâmica interna nos anos 80. 1994. 257 f. Tese (Doutorado em Economia) – Instituto de Economia, Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 1994.

REIS, José. Os espaços da indústria: a regulação econômica e o desenvolvimento local em Portugal. Porto, Portugal: Edições Afrontamento, 1992.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1996. 308 p.

SAMPAIO, José Eudázio H. Novas dinâmicas territoriais do sistema industrial

localizado calçadista de Franca (SP). Fortaleza: Programa de Pós-Graduação em

Geografia da Universidade Estadual do Ceará, fevereiro de 2020. 331p. Dissertação

(Mestrado em Geografia).

SCHNEIDER, Sérgio. Agricultura familiar e industrialização: Pluriatividade e descentralização industrial no Rio grande do Sul. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004.

SOUSA, Caroline de. Clusters industriais: vantagem competitiva e desenvolvimento regional. Porto Alegre: Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2003. 97 f. Dissertação (Mestrado em Economia).

VELTZ, Pierre. Le nouveau monde industriel. Paris: Éditions Galimard, 2008.

VELTZ, Pierre. La société hyper-industrielle – le nouveau capitalisme productif. Paris: Édition de Seul et la République des Idées, 2017.

VERDI, Adriana Renata; PIRES, Elson Luciano Silva. As dinâmicas territoriais locais na globalização: aspectos conceituais e metodológicos. Geosul, Florianópolis, v. 23, n. 46, p 33-53, jul./dez. 2008.

Downloads

Publicado

15-12-2021

Como Citar

JUNIOR, Edilson Pereira; HONÓRIO SAMPAIO, José Eudázio; ALENCAR, João Vitor Oliveira de. O território-rede como estratégia de reestruturação produtiva: Análise da indústria de calçados nos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul-Brasil. Geografares, Vitória, Brasil, v. 1, n. 33, p. 183–204, 2021. DOI: 10.47456/geo.v1i33.37141. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/geografares/article/view/37141. Acesso em: 18 jul. 2024.