Os limites da emancipação: regulação da terra e luta por moradia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/geo.v2i35.39202

Palavras-chave:

neoliberalismo, violência, ocupações urbanas

Resumo

O presente artigo busca discutir os limites do potencial emancipatório da luta por moradia, a partir da identificação dos diferentes atores das formas gestão e agenciamento de territórios e populações marginalizadas da cidade de São Paulo, entrelaçando agentes que disputam o protagonismo da ação política e de controle nos territórios de ocupações na zona sul da cidade, com a análise centrada na ocupação Anchieta - campo da pesquisa de mestrado a qual o artigo se relaciona -, localizada no Grajaú, Zona Sul,  relacionando-se a outras ocupações da região. O eixo central é a análise de como as estratégias de financiamento, regulação e intervenção física do Estado e da população no ambiente construído, assim como as formas de organização e institucionalização das políticas públicas e das formas de organização social se entrelaçam com a produção e reprodução do espaço urbano e regional, a partir das novas modulações do neoliberalismo no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luiza Vieira Gonçalves, Programa de Pós Graduação em Planejamento e Gestão do Território - Universidade Federal do ABC (PGT-UFABC)

Mestranda no Programa de Pós Graduação e Planejamento e Gestão do Território da Universidade Federal do ABC (PGT UFABC), sob orientação do professor Francisco de Assis Comarú e co-orientação da professora Cibele Saliba Rizek, desenvolve pesquisa intitulada que busca identificar cruzamentos entre neoliberalismo e violência em territórios da precariedade. Arquiteta e Urbanista pelo Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU USP), realizou pesquisas (PIBIC e FAPESP) a respeito de remoções e regularização fundiária. Atua no campo de assessoria técnica à movimentos sociais de luta por moradia em ocupações urbanas na cidade de São Paulo.

Referências

AMORE, Caio Santo. Entre o nó e o fato consumado, o lugar dos pobres na cidade. Um estudo sobre as ZEIS e os Impasses da Reforma Urbana na atualidade. Tese de doutoramento, FAU-USP, São Paulo, 2013 pp. 3-87.

AYOUB, Thamine; MATUBARA, Alexia Kaori. Entre rupturas e permanências, a implantação da política habitacional da Lei 11.977/2009: Estudo de caso em Londrina-PR. São Paulo: Anais do XVII Encontro Nacional da Associação Nacional de Planejamento Urbano (ANPUR), 2017.

BRASIL. Lei Federal nº 13.465/2017.

DARDOT, Pierre [et al]. A escolha da guerra civil: Uma outra história do neoliberalismo. São Paulo: Elefante, 2021.

DE SOTO, Hernando. O mistério do capital: por que o capitalismo dá certo nos países desenvolvidos e fracassa no resto do mundo. Rio de Janeiro: Record, 2001. 306 p.

FIX, Mariana. São Paulo cidade global: fundamentos financeiros de uma miragem. São Paulo: Boitempo, 2007.

GONÇALVES, Ana Luiza; RIZEK, Cibele (2020). Lei nº 13.465: a Regularização Fundiária no Brasil e suas novas injunções. Risco Revista de Pesquisa em Arquitetura e Urbanismo (Online), 2020, v.18, p.1-16.

LAVAL, Christian. Duas faces do neoliberalismo contemporâneo. Tradução de Cibele Rizek, no prelo.

LEFEBVRE, Henri. O Direito à cidade. Tradução Rubens Eduardo Frias. São Paulo: Centauro, 2001.

MARTINS, José de Souza. O cativeiro da terra. São Paulo: Editora Contexto,2010.

OLIVEIRA, Beatriz Mendes de. Ocupação Anchieta: conflitos e experiências na luta por moradia, 2021. Trabalho Final de Graduação do curso de arquitetura e urbanismo. Faculdade de Arquitetura Urbanismo e da Universidade de São Paulo (FAUUSP).

OLIVEIRA, Francisco de. O Estado e a Exceção. Ou o Estado de Exceção? Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, vol.5, n.1, maio de 2003.

RIZEK, Cibele. Um mosaico macabro: modulações contemporâneas sobre trabalho, moradia e violência de Estado. In: Revista PROPOSTA FASE, 2019 - Ano 42 nº 129.

ROLNIK, Raquel. A cidade e a lei: legislação, política urbana e territórios na cidade de São Paulo. São Paulo: Studio Nobel, 1997.

__________ . Para além da lei: legislação urbanística e cidadania (São Paulo 1886- 1936). In: Maria Adélia A Souza; Sonia C. Lins; Maria do Pilar C. Santos; Murilo da Costa Santos. (Org.). Metrópole e globalização-Conhecendo a cidade de São Paulo. São Paulo: Editora CEDESP, 1999.

__________ . Guerra dos lugares: a colonização da terra e da moradia na era das finanças. São Paulo: Boitempo, 2015.

__________ . Democracia no fio da navalha: Limites e Potencialidades para a implementação de uma agenda de reforma urbana no Brasil. Revista brasileira de estudos urbanos e regionais, v. 11(2) , 32-50.

VAINER, Carlos. Lugar, região, nação, mundo: explorações históricas do debate acerca das escalas da ação política. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, 8(2), 2006, p. 9-29.

Downloads

Publicado

01-12-2022

Como Citar

ANA LUIZA VIEIRA GONÇALVES. Os limites da emancipação: regulação da terra e luta por moradia. Geografares, Vitória, Brasil, v. 2, n. 35, p. 176–194, 2022. DOI: 10.47456/geo.v2i35.39202. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/geografares/article/view/39202. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Territórios urbanos e estratégias do neoliberalismo