Cenas de uma ocupação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/geo.v2i35.39224

Palavras-chave:

movimentos sociais, luta por moradia, neoliberalismo, produção do espaço urbano

Resumo

O presente artigo procura indagar sobre as práticas e os limites da atuação dos movimentos sociais de luta por direito à moradia, tendo em vista novas e velhas reconfigurações dos territórios populares e o protagonismo das populações que neles habitam no âmbito dos conflitos urbanos e da formação dos sujeitos políticos. Através de relatos de campo, procura identificar alguns dos atores presentes no decorrer da luta pela regularização da ocupação, bem como seus entrelaçamentos, na disputa pela construção – ou não – da luta política. Dentro disso, a partir das cenas apreendidas no campo, o escrito levanta hipóteses a respeito dos caminhos traçados para a produção do espaço urbano, identificando estratégias que o formam e o caracterizam, bem como suas capacidades ou limites de emancipar os sujeitos em luta, tendo em vista as modulações da racionalidade estratégica neoliberal em solo brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura Adami Nogueira, Universidade de São Paulo

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pelo Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, campus São Carlos, e pelo Politecnico di Milano, campus de Mantova, Itália, no curso Master of Science Architectural Design and History. Atualmente realiza mestrado no Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (IAU/USP-SP), pesquisando junto ao grupo SAGEMM (Social activities, gender, markets and mobilities from below Latin America), no mesmo instituto.

Referências

CORTÊS, Mariana. A REVOLTA DOS BASTARDOS: do Pentecostalismo ao Bolsonarismo. Caderno CRH, 34, 2021. e021025. https://doi.org/10.9771/ccrh.v34i0.46419

DAS, Veena. Anthropology in the Margins of the State. Santa Fe: School of American Research Press, 2004.

DAS, Veena. Textures of the Ordinary: Doing Anthropology after Wittgenstein. New York: Fordham University Press, 2020

FELTRAN, Gabriel. “A atualidade de A espoliação urbana”. In: Blog da Novos Estudos, 2017. Disponível em: http://novosestudos.uol.com.br/a-atualidade-de-a-espoliacao-urbana%C2%B9/. Acesso em 20.12.2021.

FELTRAN, Gabriel. Valor dos pobres: A aposta do dinheiro como mediação para o conflito social contemporâneo. Cadernos CRH, vol. 27, p. 495-512, 2014.

FELTRAN, Gabriel. Formas elementares da vida política: Sobre o movimento totalitário no Brasil (2013-). Blog Novos Estudos Cebrap. 2020. Disponível em: http:// novosestudos.com.br/formas-elementares-da-vidapolitica-sobre-o-movimento-otalitario-no-brasil-2013/. Acesso em 20.12.2021

FELTRAN, Gabriel. Polícia e política: O regime de poder hoje liderado por Bolsonaro. Blog Novos Estudos Cebrap. 2021. Disponível em: http://novosestudos.com.br/policia-e-politica-o-regime-de-poder-hoje-liderado-porbolsonaro/. Acesso em 20.12.2021

GRUPO DE PESQUISA CIDADE E TRABALHO. (Micro)políticas da vida em tempos de urgência. Seção Especial Reflexões na Pandemia - Revista Dilemas, Rio de Janeiro, 24 Ago., 2020. Disponível em: <https://www.reflexpandemia.org/texto-59>. Acesso em: 24 Dez. 2020

OLIVEIRA, Joana. ‘’Não tem trabalho, não tem vacina’’. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2021-04-11/nao-tem-trabalho-nao-tem-vacina.html

MONCAU, Gabriela. "Nóis por nóis" como luta constante: uma etnografia das mulheres da Ocupação Esperança. 2021. 209p. Dissertação (mestrado em Antropologia Social) – FFLCH-USP.

OLIVEIRA, Francisco de. O vício da virtude: autoconstrução e acumulação capitalista no Brasil. Novos Estudos, São Paulo, n. 74, p. 67-85, 2006. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/nec/n74/29640.pdf > DOI: 10.1590/s0101-33002006000100005.

RIZEK, Cibele Saliba. “Um balanço de pesquisa: 10 anos na Zona Leste e um social reconfigurado”. In: Revista Cidades, v.13, n.22, p. 94-140, 2016.

RIZEK, Cibele. Um mosaico macabro. Trabalho, moradia, violência de Estado: modulações contemporâneas. In: Revista Proposta FASE, Rio de Janeiro, 2019

RIZEK, Cibele Saliba. Temporalidades e Liminaridades. In: Fabiana Dultra Bretto e Paola Berenstein Jacques. (Org.). Corpocidade Gestos Urbanos. 1ed.Salvador: Editora da Universidade Federal da Bahia, 2017, v. 1, p. 172-190.

Downloads

Publicado

01-12-2022

Como Citar

LAURA ADAMI NOGUEIRA. Cenas de uma ocupação. Geografares, Vitória, Brasil, v. 2, n. 35, p. 157–175, 2022. DOI: 10.47456/geo.v2i35.39224. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/geografares/article/view/39224. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Territórios urbanos e estratégias do neoliberalismo