Contradições portenhas: modernidade, modernismo e modernização em Jorge Luis Borges durante os anos de 1920

Autores

  • Pedro Demenech Doutorando em História Social da Cultura pela Puc-Rio e Mestre em História pela Universidade Federal do Espírito Santo, onde vincula-se ao Laboratório de Estudo em História Política e das Ideias (LEPHI/Ufes).

DOI:

https://doi.org/10.7147/GEO14.4436

Resumo

Este artigo visa discutir os conceitos de modernidade, modernismo e modernização a partir das proposições levantadas por Marshal Berman e Néstor García Canclini. O foco da análise será a cidade de Buenos Aires que durante os anos de 1920 experimentou uma acirrada transformação em seu espaço físico. Para tal, iremos utilizar a obra do poeta argentino Jorge Luis Borges (1899–1986) a fim de compreender o desenvolvimento desses processos no espaço urbano portenho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

14-12-2020

Como Citar

DEMENECH, P. Contradições portenhas: modernidade, modernismo e modernização em Jorge Luis Borges durante os anos de 1920. Geografares, [S. l.], n. 14, p. 57–71, 2020. DOI: 10.7147/GEO14.4436. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/geografares/article/view/4436. Acesso em: 26 mar. 2023.