MAUS-TRATOS AS CRIANÇAS E AOS ADOLESCENTES

ABUSO INFANTIL E SUAS COMPETÊNCIAS

Autores

  • Fábio do Vale UFMS Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Pedro Henrique Alves de Medeiros UFMS Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Giovanna de Moura Oliveira Faculdade INSTED
  • Nathália Caiut da Silva Faculdade INSTED
  • Thainan C. Batista Benites Faculdade INSTED

Palavras-chave:

Maus-tratos infantil, Defesa da Criança e do adolescente, violência doméstica, criança, carência no atendimento

Resumo

O objetivo deste artigo é caracterizar por meio das evidências científicas a violência infantil, utilizando-se de uma leitura ampla, tendo como fontes de pesquisa dados de Lilacs, SciELO, livros e sites. Dentre todas as publicações identificadas percebe-se que o tema do abuso infantil não é abordado, com total transparência á sociedade. De forma detalhada, iremos retratar os problemas na proteção as crianças e adolescentes, como forma de tornar público situação social e histórica, para a resolução do aludido problema em foco, isto é, propondo medidas para as melhorias da legislação vigente para efetiva proteção aos destinatários da lei. Destacam-se a negligência como sendo o principal tipo de violência em forma física, emocional, psicológica, sexual. Conforme mostram os estudos e proveniente de um padrão quase sempre provocado por algum membro da família, 70% das vítimas acusam os pais como autores. Por outro lado, o atendimento às vítimas de maus-tratos se encontra pouco estruturado no país, se tornando insuficiente para a grande demanda que chega ao serviço de saúde, conforma dados disponibilizados no ECA e SciELO de 2013.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio do Vale, UFMS Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Graduado em Letras e Pedagogia, Licenciatura. Professor dos segmentos: universitário, pré-vestibular e colegial. Doutorando pelo programa de Pós-graduação da UFMS - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Membro do Núcleo de Estudos Culturais Comparados (NECC) - UFMS. Pesquisador de Crítica Biográfica Fronteiriça - Estudos Fronteiriços na América Latina. Epistemologias do Sul. Descolonialidade. Mestre em Letras (Literatura, História e Sociedade) pela UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Pós-Graduado, Especialista em Docência no Ensino Superior. Pós-Graduado, Especialista Educação Especial (TGD) Transtornos Globais de Desenvolvimento e Altas Habilidades/Superdotação. Pós-Graduado em Neuropsicopedagogia. Autor dos livros Obras: O Refém do Abandono (Romance) Candelabro poético (Poemas) É membro associado à UBE-MS União Brasileira de Escritores de Mato Grosso do Sul, sendo Diretor de Cultura mandato 2018/2020 UBE-MS. Pesquisador Associado e Assessor de Projetos do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura (CLAEC).

Pedro Henrique Alves de Medeiros , UFMS Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Doutorando em Estudos de Linguagens (PPGEL) com o projeto Uma (des)biografia descolonial de Silviano Santiago pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Mestre em Estudos de Linguagens (PPGEL) com o projeto Entre homo-bios-grafias e escrevivências de Silviano Santiago: exercícios de crítica biográfica fronteiriça pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). Graduado em Letras Licenciatura Português e Inglês pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). Trabalhou como Bolsista PIBIC/UFMS/CNPq sob orientação do professor Dr. Edgar Cézar Nolasco com o projeto Silviano Santiago: mil rosas (auto)biográficas. Membro do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos Culturais Comparados (NECC) certificado pelo CNPq e Presidente da Comissão Organizadora do periódico CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS. Pesquisador Associado e Coordenador de Projetos Especiais do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura (CLAEC). Coordenador do Evento Internacional Latinidades - Fórum Latino-Americano de Estudos Fronteiriços: Cultura, Arte, Literatura e Educação. Em 2020.2 atuou como Professor Visitante Voluntário de Graduação no Instituto Avançado de Ensino Superior e Desenvolvimento Humano (INSTED). Tem experiência na área de Letras com ênfase em Teoria Literária, Estudos Culturais, Crítica Biográfica, Literatura Comparada, Literatura Brasileira e Estudos Fronteiriços/Descoloniais.

Giovanna de Moura Oliveira, Faculdade INSTED

Acadêmica de Direito na Faculdade Insted. 

Nathália Caiut da Silva , Faculdade INSTED

Acadêmica de Direito da Faculdade Insted. 

Thainan C. Batista Benites, Faculdade INSTED

Acadêmico de Direito da Faculdade Insted. 

Referências

MIGNOLO, Walter. Desafios decoloniais hoje. 2017. Disponível em: https://revistas.unila.edu.br/epistemologiasdosul/article/download/772/645. Acesso: 17 nov. 2020.

JOHNSON, Spencer. Quem Mexeu no Meu Queijo? 1998.

s/a: Pensador. com, 2020. Disponível em: https://www.pensador.com/frases_de_lideranca/ . Acesso em: 17 de nov. 2020

Downloads

Publicado

2021-04-28

Edição

Seção

Faculdade INSTED

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>