Energia distribuída proveniente da concentração de energia solar nas universidades do Brasil: um estudo de caso

Autores

  • PEDRO JUNIOR ZUCATELLI UFES
  • LUCAS SALVALAIO UFES
  • Adan Lucio Pereira UFES
  • Ana Paula Meneguelo UFES

DOI:

https://doi.org/10.21712/lajer.2017.v4.n2.p11-22

Resumo

O aumento da demanda de energia exige a diversificação das formas de geração de energia. Neste contexto, uma tecnologia que vem ganhando destaque em alguns países é a energia solar concentrada (do inglês, Concentrating Solar Power – CSP) que apresenta um bom potencial no Brasil. O objetivo deste projeto foi analisar o potencial técnico e econômico da geração de eletricidade a partir da implementação de uma usina CSP no Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES, localizado em São Mateus – ES, Brasil. Para esse efeito, foi utilizado o SAM (do inglês, System Advisor Model) para avaliar a produção térmica da energia solar local considerando a variação sazonal da região. Os resultados indicaram que a energia gerada anualmente é mais do que suficiente para suprimir o consumo do CEUNES. Na análise econômica, verificou-se que o projeto é viável a longo prazo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

PEDRO JUNIOR ZUCATELLI, UFES

Engenheiro de Petróleo, Mestre em Energia, Aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental (Doutorado), Universidade Federal do Espírito Santo – UFES, campus Vitória, ES

LUCAS SALVALAIO, UFES

Engenheiro de Petróleo, Universidade Federal do Espírito Santo – UFES, campus Vitória, ES. Aluno do curso de Engenharia Mecânica da Faculdade MULTIVIX, campus Vitória, ES

Adan Lucio Pereira, UFES

Engenheiro da Computação, Mestre em Energia, Aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (Doutorado), Universidade Federal do Espírito Santo – UFES, campus Vitória, ES

Ana Paula Meneguelo, UFES

Professora do Departamento de Engenharias e Tecnologias – DETEC e do Programa de Pós-Graduação em Energia, Universidade Federal do Espírito Santo – UFES, campus São Mateus, ES

Referências

ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. Banco de informações de geração. Capacidade de geração do Brasil. Disponível em: <http://www2.aneel.gov.br/aplicacoes/capacidadebrasil/>. Acesso: 05 de maio de 2017. 2017a.
ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. Geração distribuída. Disponível em: <http://www.aneel.gov.br/informacoes-tecnicas>. Acesso: 17 de fevereiro de 2017. 2017b.
ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. Micro e minigeração distribuída: sistema de compensação de energia elétrica. 2ª ed. Brasília: ANEEL, 2016.
BLLAMAS, J.; BULLEJOS, D.; BARRANCO, V.; ADANA, M. R. World location as associated factor for optimal operation model of Parabolic Trough Concentrating Solar Thermal Power Plants. In: Environment and Electrical Engineering (EEEIC), 2016 IEEE 16th International Conference on. Florence, Italy, 2016.
CEUNES, Relatório de Gestão do CEUNES. Relatório de Gestão do CEUNES: Exercício 2015. Disponível em: < http://www.ceunes.ufes.br/direção>. Acesso: 12 dezembro 2016.
CNMC – Comisión Nacional de la Energía de España. Información básica de los sectores de la energía 2014. Madrid: CNMC, 2014.
CORGOZINHO. I. M.; MARTINS, J. H. N.; CORGOZINHO, A. A. Modelo de simulação de uma planta solar-elétrica utilizando o software Trnsys. In: V Congresso Brasileiro de Energia Solar. Recife, 2014.
EPE – Empresa de Pesquisa Energética. Análise da inserção da geração solar na matriz elétrica brasileira. Rio de Janeiro: EPE, 2012.
EPE – Empresa de Pesquisa Energética. Balanço Energético Nacional 2016: ano base 2015. Rio de Janeiro: EPE, 2016. 292p.
GREENPEACE. [R]evolução Energética: cenário brasileiro 2013. Greenpeace Internacional, Conselho Europeu de Energia Renovável (Erec), 2016.
IEA – Internacional Energy Agency. Technology roadmap: concentrating solar power. Paris, Françe: IEA, 2010.
IRENA – International Renewable Energy Agency. Concentrating solar power. Renewable Energy Technologies: Cost Analysis Series, v. 1, Power Sector. United Arab Emirates: IRENA, 2012.
MME – Ministério de Minas e Energia. Resenha Energética Brasileira: Exercício de 2014. Edição de junho de 2015. Disponível em: <http://www.mme.gov.br>. Acesso: 15 de maio de 2017.
MME – Ministério de Minas e Energia. Aneel altera regras para estimular geração distribuída em universidades. Minas e Energia. Disponível em: <http://www.mme.gov.br >. Acesso: 10 de abril de 2017.
MONTES, M. J.; ABÁNADESB, A.; MARTÍNEZ-VALB, J. M.; VALDÉS, M. Solar multiple optimization for a solar-only thermal power plant, using oil as heat transfer fluid in the parabolic trough collectors. Solar Energy, v. 83, n. 12, p. 2165-2176. Madrid, Spain, 2009.
NREL, 2017. SAM's help system. Disponível em: <https://sam.nrel.gov/download>. Acesso: 10 de fevereiro de 2017.
PENAFIEL, R. A. S. Cenários de Geração de Eletricidade a partir de Geradores Heliotérmicos no Brasil: A Influência do Armazenamento de Calor e da Hibridização. Dissertação (Mestrado em Planejamento Energético), COPPE/UFRJ. Rio de Janeiro, 2011. 202p.
SCHAEFFER, R.; SZKLO, A. S.; SORIA, R.; CUNA, D. Projeto de Pesquisa da COPPE/UFRJ sobre Políticas de Incentivo para Energia CSP no Brasil. Rio de Janeiro, 2011.
STALEY, B. C.; GOODWARD, J.; RIGDON, C.; MACBRIDE, A. Juice from concentrate: reducing emissions with concentrating solar thermal power. World Resources Institute. Washington, D. C., 2009.

Downloads

Publicado

2021-02-05

Edição

Seção

Artigos