Da Universidade operacional à Universidade empreendedora: reflexões sobre o avanço do neoliberalismo na educação superior brasileira

Autores

  • Alice Hübner Franz Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil
  • Marcio Silva Rodrigues Universidade Federal de Pelotas, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.47456/simbitica.v8i1.35433

Resumo

O presente artigo visa discutir a emergência e o engajamento retórico do modelo da universidade empreendedora no contexto brasileiro a partir de um viés crítico. Parte-se do pressuposto de que o contexto político e econômico do país faz emergir um modelo, um ideal de universidade, que é colocado em disputa. Para a realização deste estudo, optou-se pela elaboração de um artigo de cunho teórico e reflexivo, fundamentado por um debate que inclui diversos aspectos relevantes advindos da realização de uma revisão da literatura, a qual engloba aspectos sócio-históricos sobre educação superior brasileira. Como resultado, foi possível constatar, através das diferentes fases pelas quais a universidade brasileira já passou, que ela vem sendo paulatinamente reorganizada conforme os imperativos mundiais, entre os quais se verifica o avanço de um discurso instrumentalista e funcional, que pode ser vislumbrado a partir da disseminação do modelo da universidade empreendedora, sobretudo a partir de 2010.

Palavras-chave: Universidade empreendedora; Educação Superior; Neoliberalismo; Empreendedorismo.

 

Abstract

This article aims to discuss the emergence and the rhetorical engagement of the entrepreneurial university model in the Brazilian context from a critical perspective. It starts from the assumption that the country's political and economic context gives rise to an ideal university model, which is put into dispute. To carry out this study, we opted for the elaboration of a theoretical and reflective article based on a debate that includes several relevant aspects arising from a literature review that encompasses socio-historical aspects of Brazilian higher education. As result, it was possible to verify that, through the different phases in which the Brazilian university has passed, it has been gradually reorganized according to the world imperatives, in which there is an advance of an instrumental and functional discourse, which can be glimpsed from the dissemination of the entrepreneurial university model, especially from 2010.

Keywords: Entrepreneurial University; College education; Neoliberalism; Entrepreneurship.

 

Resumen

Este artículo tiene como objetivo discutir el surgimiento y el compromiso retórico del modelo de la universidad emprendedora en el contexto brasileño desde una perspectiva crítica. Se parte del presupuesto de que el contexto político y económico del país da lugar a un modelo, un ideal de universidad, que se pone en disputa. Para llevar a cabo este estudio, optamos por la elaboración de un artículo teórico y reflexivo basado en un debate que incluye varios aspectos relevantes derivados de una revisión de la literatura que abarca aspectos sociohistóricos de la educación superior brasileña. Como resultado, fue posible verificar que, a través de las diferentes fases en que la universidad brasileña ha pasado, se ha reorganizado gradualmente de acuerdo con los imperativos mundiales, en los que hay un avance de un discurso instrumental y funcional, lo cual puede ser visto desde la diseminación del modelo de la universidad emprendedora, especialmente a partir de 2010.

Palabras clave: Universidad emprendedora; Educación Universitaria; Neoliberalismo; Emprendedorismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alice Hübner Franz, Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil

Mestra em Desenvolvimento Territorial e Sistemas Agroindustriais pela Universidade Federal de Pelotas e Doutoranda em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil. Bolsista CAPES e membro do Observatório de Realidade Organizacional da UFSC.

Marcio Silva Rodrigues , Universidade Federal de Pelotas, Brasil

Doutor em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC/Brasil). Professor do Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS), do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Territorial e Sistemas Agroindustriais (PPGDTSA), do Programa de Pós-Graduação Profissional em Gestão Pública (PROFIAP) e do Curso de Bacharelado em Administração da Universidade Federal de Pelotas (UFPel/Brasil). Pesquisador da área de Estudos Organizacionais, vinculado ao Observatório da Realidade Organizacional, e Líder do Núcleo de Estudos Marcelo Milano Falcão Vieira (NeMaVi).

Downloads

Publicado

2021-05-05

Como Citar

Franz, A. H., & Rodrigues , M. S. (2021). Da Universidade operacional à Universidade empreendedora: reflexões sobre o avanço do neoliberalismo na educação superior brasileira. Simbiótica. Revista Eletrônica, 8(1), 53–85. https://doi.org/10.47456/simbitica.v8i1.35433

Edição

Seção

Artigo