Identidade e sujeito: os coletivos do nordeste discutindo as diferenças

Autores

  • Iara Cavalcante Melo pela Universidade Federal do Piauí (Brasil)

DOI:

https://doi.org/10.47456/simbitica.v8i2.36381

Resumo

Este artigo tem como objeto os coletivos, organizações que têm sido apontadas na literatura como uma mobilização “nova” de pessoas que se formam na sociedade brasileira. Por meio dos estudos já produzidos, são atribuídas algumas características e dentre elas estão: a fluidez, a fragmentação e a heterogeneidade. O trabalho objetiva contribuir para uma compreensão dos coletivos não voltada exclusivamente para a sua análise “organizacional”, mas adentrar mais especificamente no campo das identidades que formam essas organizações através dos seus sujeitos e respectivos propósitos. Os dados analisados provêm de pesquisa empírica realizada junto a seis coletivos de estados da Região Nordeste, os quais apresentam diferentes marcadores sociais da diferença em suas construções.

Palavras-chave: coletivos; modernidade; pós-modernidade; identidades.

 

Abstract

This article has as its theme and object the “collectives”, organizations that have been pointed out in the literature, as a “new” mobilization of people who are formed in Brazilian society. Through the studies already produced, some characteristics are attributed and among them are: fluidity, fragmentation and heterogeneity. The aim of this work is to contribute to an understanding of collectives not exclusively focused on their “organizational” analysis, but to enter more specifically in the field of identities that form these organizations through their subjects and objectives. The data analyzed comes from empirical research carried out with six collectives from six states in the Northeast Region, where all present different social markers of the difference in their constructions.

Keywords: collectives; modernity; postmodernity; identities.

 

Resumen

Este artículo tiene como tema y objeto los “colectivos”, organizaciones señaladas en la literatura, como una “nueva” movilización de personas que se forman en la sociedad brasileña. A través de los estudios ya elaborados se atribuyen algunas características y entre ellas se encuentran: fluidez, fragmentación y heterogeneidad. El objetivo de este trabajo es contribuir a la comprensión de los colectivos no exclusivamente centrados en su análisis “organizacional”, sino a adentrarse más específicamente en el campo de las identidades que forman estas organizaciones a través de sus sujetos y objetivos. Los datos analizados provienen de una investigación empírica realizada con seis colectivos de seis estados de la Región Nordeste, donde todos presentan diferentes marcadores sociales de la diferencia en sus construcciones.

Palabras llave: colectivos; modernidad; pos modernidad; identidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Iara Cavalcante Melo, pela Universidade Federal do Piauí (Brasil)

Doutoranda em Sociologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Brasil; Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Piauí, Teresina, Brasil. A pesquisa teve o apoio da FAPEPI/CAPES; Integrante do Grupo de Pesquisa Redes, Sociabilidades e Poder (PPGS/UFPE).

Downloads

Publicado

2021-08-28

Como Citar

Melo, I. C. (2021). Identidade e sujeito: os coletivos do nordeste discutindo as diferenças. Simbiótica. Revista Eletrônica, 8(2), 115–140. https://doi.org/10.47456/simbitica.v8i2.36381

Edição

Seção

Artigos livres