O Modo de Fazer da Fotografia Artística Contemporânea: Memória, Manipulação e Apropriação de Imagens

  • Elaine Spagnol PPGA-UFES
Palavras-chave: Fotografia Manipulada, Apropriação de Imagens, Memória, Modo de Fazer,

Resumo

O objeto de estudo deste artigo é a memória e a sua importância para o processo de criação artística na fotografia contemporânea baseada no modo de fazer que utiliza manipulações e apropriações de imagens.  Para tanto, firma-se no princípio de que as fotos manipuladas acrescentam mais uma camada de ilusão às fotografias e, por isso para o senso comum pouco importa o que foi feito para se chegar ao resultado final. Já que historicamente as fotos comprovam que algo existiu no passado, mesmo modificadas, elas são o índice de algo real. Estas obras ao utilizar apropriações e manipulações, rememoram imagens conhecidas do público e conseguem criar uma familiaridade, um laço com este espectador e proporcionar uma nova forma de experiência artística característica deste modo de fazer.
Publicado
2013-12-19
Como Citar
Spagnol, E. (2013). O Modo de Fazer da Fotografia Artística Contemporânea: Memória, Manipulação e Apropriação de Imagens. Revista Do Colóquio, 3(5), 14-41. Recuperado de http://periodicos.ufes.br/colartes/article/view/7682