A crítica de valor em Marcel Duchamp: efeitos na contemporaneidade.

Julia Zulian Coimbra Martin

Resumo


O presente trabalho conecta três pontos no tempo: a pré-modernidade, a modernidade e a pós-modernidade, levantando algumas questões inerentes a cada período. Questões que são formadoras do conceito contemporâneo de arte, expondo a crítica de valor contida na obra de Marcel Duchamp e seus respectivos efeitos na atualidade.

Palavras-chave


Estética da arte; Modernidade; Pós-modernidade; Marcel Duchamp; Semiótica

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? E outros ensaios. Santa Catarina: Editora Argos, 2009.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1998.

BERMAN, Marshall. Tudo o que é sólido desmancha no ar.

BOAL, Augusto. Teatro do oprimido e outras poéticas políticas. São Paulo: Editora Cosac Naify, 2014.

DIDI-HUBERMAN, Georges. O que vemos, o que nos olha. São Paulo: Editora 34, 2014.

FINNEY, Charles G. As Sete Faces do Dr. Lao. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves Editora, 1979.

FONTANILLE, Jacques. Semiótica do Discurso. São Paulo: Ed. Contexto, 2008.

HARVEY, David. Condição pós-moderna. “A compressão do tempo-espaço e a condição pós-moderna.” São Paulo: Loyola, 1994: 257-276.

ITAÚ CULTURAL. Cao Guimarães - "VER É UMA FÁBULA" (2013) - Parte 1/2. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=n88Ieqcy1Rw. Acesso em 11 de maio de 2016.

ITAÚ CULTURAL. Cao Guimarães - "VER É UMA FÁBULA" (2013) - Parte 2/2. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=7iawZNq0Zhw. Acesso em 11 de maio de 2016

MERLEAU-PONTY, Maurice. O visível e o invisível. São Paulo: Editora Perspectiva, 2003.

MICHELI, Mario de. As vanguardas artísticas. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2004.

PAZ, Octavio. Marcel Duchamp ou o castelo da pureza. São Paulo: Editora Perspectiva, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Julia Zulian Coimbra Martin