Violência de gênero: o caso da Universidade Federal Fluminense

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/argumentum.v12i3.28387

Resumo

O presente artigo apresenta reflexões acerca dos resultados obtidos através da pesquisa “Observatório de Violência de Gênero – Analisando a Universidade Federal Fluminense”, que teve por objetivo analisar a violência de gênero nos diferentes campi dessa universidade, além de captar o grau de conhecimentos dos diferentes sujeitos acerca desse fenômeno e da sua rede de enfrentamento. Através da utilização de métodos de pesquisa de revisão bibliográfica e análise de dados quali-quantitativos, examinou-se os dados coletados junto aos alunos, funcionários e professores da UFF. O artigo enfoca os resultados dessa pesquisa, que foi descontinuada, mas que sustenta a sua validade científica ao contribuir para o adensamento da discussão da violência de gênero e a construção de políticas públicas nesse âmbito, ainda que sem a pretensão de uma análise generalizante.

Palavras-chave: Violência de gênero. Violência contra mulheres. LGBTIfobia. Universidade. Interseccionalidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita de Cássia Santos Freitas, UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Assistente Social. Doutora em Serviço Social pela UFRJ. PósDoutora pelo Centro de Estudos Sociais-UC. Professora Associada da Escola de Serviço Social da Universidade Federal Fluminense. Coordenadora do Núcleo de Pesquisa Histórica sobre Proteção Social e Vice-Coordenadora do Programa de Estudos Pós-Graduados em Política Social/UFF. Estudos na área de políticas sociais, famílias, gênero, geração, violência e saúde.

Rafaella Musmanno, Universidade Federal Fluminense

Assistente Social formada em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense (2017). Mestrado Acadêmico em Política Social em andamento no Programa de Estudos Pós-Graduados em Política Social da Escola de Serviço Social da Universidade Federal Fluminense. Trabalhou na Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos na Unidade de Acolhimento Florestan Fernandes (homens adultos e idosos), da Prefeitura do Município de Niterói (2017-2018). Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa Histórica sobre Proteção Social/UFF.

Monique Carvalho, Universidade Federal Fluminense

Assistente Social formada em Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense. Mestre e Doutoranda em Política Social no Programa de Estudos Pós-Graduados em Política Social da Escola de Serviço Social da Universidade Federal Fluminense. Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa Histórica sobre Proteção Social/UFF.

Downloads

Publicado

2020-12-24

Como Citar

Freitas, R. de C. S., Musmanno Gonçalves, R., & de Souza Carvalho, M. (2020). Violência de gênero: o caso da Universidade Federal Fluminense. Argumentum, 12(3), 102–116. https://doi.org/10.47456/argumentum.v12i3.28387

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)