Supernovas do tipo Ia e a expansão do Universo

Autores

  • Ribamar R. R. Reis Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Beatriz B. Siffert Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.47456/Cad.Astro.v3n1.37130

Palavras-chave:

supernovas, universo em expansão, cosmologia, vela padrão, energia escura

Resumo

A aplicação de supernovas do tipo Ia como velas padrão para a medida de distâncias no Universo revolucionou a cosmologia na década de 90. A constatação de que supernovas distantes pareciam menos brilhantes do que o esperado levou à construção da hipótese da expansão acelerada do Universo, atualmente parte fundamental do modelo padrão da cosmologia. Neste artigo, iniciaremos com uma revisão dos principais marcos na descrição de supernovas, desde a sua classificação moderna até a construção das hipóteses que levaram à concepção dos levantamentos SCP e High-Z, cujos resultados foram as primeiras evidências da expansão acelerada. Em seguida, apresentaremos a análise cosmológica realizada e os procedimentos para a padronização das curvas de luz adotados. Descreveremos também os principais levantamentos de supernovas já conduzidos e as diferentes amostras resultantes e finalizaremos comentando sobre os atuais desafios e perspectivas da área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-02-01

Como Citar

[1]
R. R. R. Reis e B. B. . Siffert, “Supernovas do tipo Ia e a expansão do Universo”, Cad. Astro., vol. 3, nº 1, p. 21, fev. 2022.