Hegemonia do capital imobiliário na (re)produção do espaço da Orla Atlântica de Salvador, Bahia, Brasil, entre 2006 e 2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/geo.v3i37.41031

Palavras-chave:

Capital imobiliário, (re)produção do espaço, Salvador, Brasil

Resumo

O capital imobiliário tem apresentado grande dinâmica na (re)produção do espaço urbano brasileiro, sobretudo nas últimas décadas. Em Salvador, a Orla Atlântica destaca-se nesse processo, pois além de ser um dos principais vetores de crescimento, é uma área voltada às classes de média e alta renda. Nesse sentido, este estudo se propôs analisar a (re)produção da Orla Atlântica de Salvador, entre 2006 e 2018, período que compreende as mudanças de planos diretores da cidade, as grandes modificações na Orla Atlântica, além da atuação dos diferentes agentes envolvidos no processo. O artigo respalda-se em uma abordagem de cunho qualitativo e quantitativo, tendo como métodos de procedimentos o histórico e o comparativo. Os principais resultados mostraram que o capital imobiliário é o maior agente de (re)produção da cidade, bem como existe um grupo heterogêneo, porém hegemônico de agentes privados, e que a cidade vai sendo (re)produzida com vistas aos interesses desses agentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana de Oliveira Santana, Universidade Católica do Salvador

Geógrafa. Mestre em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social pela Universidade Católica do Salvador/UCSAL. Pesquisadora do Grupo de pesquisa GAM – Grupo de Estudos de Áreas Metropolitanas.

 

Maina Pirajá Silva, UCSAL

Geógrafa. Doutora em Geografia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Professora Titular do Programa de Pós-Graduação em Território, Ambiente e Sociedade da Universidade Católica do Salvador (UCSAL) e professora do curso de Geografia da UCSAL. Líder do Grupo de Pesquisa GAM - Grupo de Estudos de Áreas Metropolitanas/UCSAL.

 

 

Referências

ABRAMO, Pedro. A regulação urbana e o regime urbano: a estrutura urbana, sua reprodutibilidade e o capital. Ensaios FEE, Porto Alegre, p. 510-555, 1995.

ABRAMO, Pedro. La ciudad com-fusa: mercado y producción de la estructura urbana en las grandes metrópolis latinoamericanas. EURE, Santiago, v. 381, n. 114, p. 35-69, maio, 2012.

A TARDE. Da redação. ACM Neto lamenta decisão da OAB sobre IPTU e teme prejuízos. A tarde, Salvador, 14 fev. 2014. Disponível em: https://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/1569010-acm-neto-lamenta-decisao-da-oab-sobre-iptu-e-teme-prejuizos. Acesso em: 20 fev. 2023.

BARCELOS, Priscila Manhães da Silva Pessanha. A (re)produção do espaço urbano e a dinâmica imobiliária em Campos dos Goytacazes. 2015. 91 f. Dissertação (Mestrado em Planejamento Regional e Gestão de Cidades) – Universidade Candido Mendes, Campos dos Goytacazes/RJ, 2015.

CAPEL, Horacio. La morfología de las ciudades. Barcelona: Ediciones del Serbal, 2013.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. Espaço-tempo na metrópole. São Paulo: Contexto, 2001.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. O espaço urbano: novos escritos sobre a cidade. São Paulo: FFLCH, 2007.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. A reprodução do espaço urbano como momento da acumulação capitalista. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri. (org.). Crise Urbana. São Paulo: Editora Contexto, 2015. p. 25-36.

CARVALHO, Inaiá Maria Moreira de; PEREIRA, Gilberto Corso. A cidade como negócio. EURE, Santiago do Chile, v. 39, n. 118, set. p. 5-26, 2013.

CASELLAS, Antonia. Las limitaciones del «modelo Barcelona». Una lectura desde urban regime analysis. Doc. Anàl. Geogr., Barcelona, n. 48, p. 61-81, 2006.

CORRÊA, Roberto. O espaço urbano. 4. ed. São Paulo: Ática, 2005.

FERNANDES, Ana. Decifra-me ou te devoro: Urbanismo corporativo, cidade-fragmento e dilemas das práticas do urbanismo no Brasil. In: GONZALES, Suely; FRANCISCO, Jorge; PAVIANE, Francisco (org.). Planejamento e urbanismo na atualidade brasileira: objeto teoria prática. São Paulo: Livre Expressão, 2013. p. 83-107.

FERRÃO, João. Governança, governo e ordenamento do território em contextos metropolitanos. In: FERREIRA, Alvaro. et al. (org.). Metropolização do espaço: gestão territorial e relações urbano-rurais. Rio de Janeiro: Consequência, 2013. p. 255-254.

GOOGLE. Google Earth Pro website. http://earth.google.com. [S.l.], [2006].

GOOGLE. Google Earth Pro website. http://earth.google.com. [S.l.], [2018].

HARVEY, David. Do gerenciamento a transformação ao empresariamento: a transformação da administração urbana no capitalismo tardio. Espaço & Debates: Revista de Estudos Regionais e Urbanos, São Paulo, n. 39, p. 48-64, 1996.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/geociencias/organizacao-do-territorio/tipologias-do-territorio/15788-aglomerados-subnormais.html?=&t=o-que-e. Acesso em: 20 set. 2022.

LEFEBVRE, Henri. A produção do espaço. Trad. Doralice Barros Pereira e Sérgio Martins. Paris: Éditions Anthropos, 2006 [1976].

LEFEBVRE, Henri. Espaço e política. Trad. Margarida Maria de Andrade e Sérgio Martins. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

LOGAN, John; MOLOTCH, Harvey. The city as a growth machine. In: LOGAN, John; MOLOTCH, Harvey. Urban fortunes: the political economy of place. Berkeley, CA: University of California Press, 1987. p. 50-98.

MARX, Karl. O Capital. Os Economistas. Coleção Os Pensadores. São Paulo, Nova Cultural, 1996.

OBSERVASSA. Observatório dos bairros de Salvador, 2010. Salvador, 2023. Disponível em: https://observatoriobairrossalvador.ufba.br/bairros. Acesso em: 20 de fev. 2023.

PEREIRA, Gilberto Corso. Organização social do território e formas de provisão de moradia. In: PEREIRA, Gilberto Corso; SILVA, Sylvio Bandeira de Mello e; CARVALHO, Inaiá Maria Moreira de. (org.). Salvador: transformações na ordem urbana. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2014.

PEREIRA, Gilberto Corso; SILVA, Sylvio Bandeira de Mello e; CARVALHO, Inaiá Maria Moreira de. (ed.). Salvador no século XXI: transformações demográficas, sociais, urbanas e metropolitanas. Cenários e Desafios. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2017.

PEREIRA, Paulo César Xavier. Espaço, técnica e construção. São Paulo: Nobel, 1988.

PEREIRA, Paulo César Xavier. São Paulo: a construção da cidade 1872-1914. São Paulo: Edusp, 2004.

PINHEIRO, Mariana. Reprodução do capital e metamorfoses espaciais: um estudo da verticalização de Ponta Negra, Natal/RN. 2011, 188 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.

PINHO, Hortensia. O PDM de Salvador e a apropriação empresarial do planejamento, gestão e governança da cidade. In: XVII ENANPUR, São Paulo, 2017. Anais... Disponível em: http://anpur.org.br/xviienanpur/principal/?page_id=1360. Acesso em 25 fev. 2023.

RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. Tradução de Maria Cecília França. São Paulo: Ática, 1993.

RODRIGUES, Marcely. A natureza da verticalização no processo de reprodução do espaço urbano em Palmas-TO. 2016. 118 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal de Tocantins, Porto Nacional, 2016.

ROLNIK, Raquel. Guerra dos Lugares: a colonização da terra e da moradia na área das finanças. São Paulo: Boitempo, 2015. p. 141-221.

SALVADOR. SEDUR - Portal de serviços da Prefeitura Municipal de Salvador, 2006 a 2018. Alvarás de construção – 2006-2018. Disponível em: https://servicos.sedur.salvador.ba. gov.br/#/portal/lei-transparencia. Acesso em: 14 dez. 2022.

SANTOS, Milton. Espaço e Sociedade. Petrópolis: Vozes, 1979.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço. Técnica e tempo. Razão e emoção. 4 ed. São Paulo: EDUSP, 2006.

SANTOS, Samuel. Uma cidade à venda? Capital imobiliário poder público e produção do espaço em Florianópolis a Partir da década de 1980. Revista de Desenvolvimento Econômico, Salvador, v. 14, n. 26, p. 124-135, 2012.

SINGER, Paul. O uso do solo urbano na economia capitalista. Boletim Paulista de Geografia, São Paulo, p. 77-92, 1980.

SOUZA, Eron Bispo de. Planejamento e Gestão da Orla Marítima de Salvador – Bahia. 2017. 318 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2017.

SOUZA, Maria Adélia Aparecida de. A identidade da metrópole: a verticalização em São Paulo. São Paulo: HUCITEC; EDUSP, 1994.

SOUZA, Michel Costa. Bairro do Imbuí, Salvador/BA: evolução e transformações sócio-espaciais. 2019. 105 f. Dissertação (Mestrado em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Social) – Universidade Católica do Salvador, Salvador, 2019.

VAINER, Carlos. Pátria, empresa e mercadoria Notas sobre a estratégia discursiva do Planejamento Estratégico Urbano. In: ARANTES, Otília; VAINER, Carlos; MARICATO, Ermínia (org.). A cidade do Pensamento Único. Desmanchando consensos. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2002, p. 75-104.

VASCONCELOS, Pedro. Salvador: Transformações e Permanências (1549-1999). 2. ed. Salvador: EDUFBA, 2016.

VIEIRA, Itamar. Valorização imobiliária empreendida pelo Estado e o mercado formal de imóveis em Salvador: analisando a Avenida Paralela. 2007. 152 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2007.

VILLAÇA, Flávio. Espaço intra-urbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel, 2001.

Publicado

01-12-2023

Como Citar

MARIANA DE OLIVEIRA SANTANA; MAINA PIRAJÁ SILVA. Hegemonia do capital imobiliário na (re)produção do espaço da Orla Atlântica de Salvador, Bahia, Brasil, entre 2006 e 2018. Geografares, [S. l.], v. 3, n. 37, p. 307–333, 2023. DOI: 10.47456/geo.v3i37.41031. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/geografares/article/view/41031. Acesso em: 24 abr. 2024.