A “feminização” do desemprego nos polos “desenvolvimentistas” do Pará

Autores

  • Maria Antonia Cardoso Nascimento UFPA

DOI:

https://doi.org/10.18315/argumentum.v8i1.10540

Resumo

Este artigo aborda as tendências de análise sobre o lugar da mulher no mercado de trabalho nos anos 1990 a 2000. Tomando como base estudos bibliográficos, documentais e pesquisas de campo, objetiva refletir sobre a experiência de mulheres trabalhadoras residentes em dois municípios paraenses, afetados por projetos econômicos minero-metalúrgicos. Os resultados indicam que, nos pólos “desenvolvimentistas” do Pará, evidencia-se uma “feminização” do desemprego.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Antonia Cardoso Nascimento, UFPA

Assistente social, docente da Faculdade e do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UFPA.

Downloads

Publicado

2016-05-08

Como Citar

Cardoso Nascimento, M. A. (2016). A “feminização” do desemprego nos polos “desenvolvimentistas” do Pará. Argumentum, 8(1), 126–139. https://doi.org/10.18315/argumentum.v8i1.10540