OS CONTATOS LINGUÍSTICOS EM TIMOR-LESTE: MUDANÇAS E REESTRUTURAÇÃO GRAMATICAL

Autores

  • Davi Borges Albuquerque Universidade de Brasília

Resumo

Este artigo procura analisar os diferentes casos de línguas em contato em Timor-Leste, quais línguas nativas sofreram mudanças devido ao contato e quais sofreram reestruturação gramatical devido a um contato ainda mais intenso. Ainda, as línguas de origem austronésia e papuásica de Timor-Leste sofreram mudanças linguísticas distintas, como o Tetum, o Manbae e o Tokodede que tiveram contato intenso e mudanças induzidas pelo contato, enquanto outras línguas, como o Baikenu, o Makasae e o Bunak, sofreram poucas mudanças linguísticas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-16

Como Citar

ALBUQUERQUE, D. B. OS CONTATOS LINGUÍSTICOS EM TIMOR-LESTE: MUDANÇAS E REESTRUTURAÇÃO GRAMATICAL. PERcursos Linguísticos, [S. l.], v. 5, n. 11, p. 68–90, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/10208. Acesso em: 27 nov. 2021.