O GÊNERO DISCURSIVO CRÍTICA DE GAMES: CARACTERIZAÇÃO

Autores

  • Ana Paula Quarantani Universidade Taubaté
  • Maria Aparecida Garcia Lopes-Rossi Universidade Taubaté

Resumo

O tema deste artigo é o gênero discursivo crítica de games. Esse gênero ainda não foi objeto de estudo detalhado, embora desperte muita atenção de alunos do Ensino Fundamental. O professor que queira trabalhar com leitura e produção desse gênero ainda não dispõe de material de apoio para esse trabalho. Portanto, estabeleceu-se como objetivo geral deste artigo contribuir com a leitura e produção escrita de crítica de games. Especificamente, visou-se a caracterizar esse gênero. A pesquisa fundamentou-se no conceito bakhtiniano de gêneros discursivos. Metodologicamente, foram realizadas pesquisas bibliográficas e análise qualitativa de um corpus de 10 críticas. Como resultado, apresentaram-se as características do gênero crítica de games. Pode-se concluir que este artigo oferece uma contribuição para o trabalho com leitura e produção de escrita, bem como para estudos linguísticos sobre gêneros discursivos, refletindo sobre a dimensão e complexidade da relação indissociável entre práticas sociais e práticas linguístico-discursivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Quarantani, Universidade Taubaté

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Mestranda em Linguística Aplicada na Universidade de Taubaté. UNITAU. Taubaté/SP. Brasil.

Maria Aparecida Garcia Lopes-Rossi, Universidade Taubaté

Doutora em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas. Professora Assistente-Doutor   da Universidade de Taubaté. . UNITAU. Taubaté/SP.

Downloads

Publicado

2017-07-19

Como Citar

QUARANTANI, A. P.; LOPES-ROSSI, M. A. G. O GÊNERO DISCURSIVO CRÍTICA DE GAMES: CARACTERIZAÇÃO. PERcursos Linguísticos, [S. l.], v. 7, n. 14, p. 542–562, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/15438. Acesso em: 27 nov. 2021.