AS ATIVIDADES ESCOLARES E O TEXTO ESCRITO EM SALA DE AULA

Autores

  • Maria Eliete de Queiroz Universidade Estadual do Rio Grande do Norte

Resumo

Resumo: Investigamos os encaminhamentos didáticos e metodológicos do ensino do texto em salas de aula do ensino fundamental, nas aulas de Língua Portuguesa, no processo de condução das atividades de escrita. Pressupomos que refletir a mediação do texto na escola tem se constituído em uma preocupação dos que trabalham com a linguagem, tendo em vista a perspectiva de trabalhar os gêneros discursivos. De caráter qualitativo e de natureza etnográfica, situamos a nossa pesquisa no âmbito da Linguística Aplicada, discutindo a concepção de gêneros, o ensino de língua materna, os estudos do letramento, a linguagem enquanto prática social, entre outros estudos do interacionismo-discursivo, buscando apreender de que forma a linguagem escrita é abordada na escola. Os resultados apontam para o estudo do texto no plano linguístico-estrutural, sem relação com a dimensão sócio-histórica em que são construídos e usados. Dessa forma, a escola não discute o processo de interlocução do texto, enquanto objeto formador de opinião e interlocutor das atividades discursivas que exercemos na sociedade. Com essa prática, não se trabalha o gênero na escola, e sim o texto na estrutura das tipologias textuais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-25

Como Citar

DE QUEIROZ, M. E. AS ATIVIDADES ESCOLARES E O TEXTO ESCRITO EM SALA DE AULA. PERcursos Linguísticos, [S. l.], v. 7, n. 17, p. 133–148, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/17350. Acesso em: 30 nov. 2021.