JOHNNY BRAVO EM: JOHNNY BRAVO E O HOMEM CARNAVALIZADO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/pl.v10i25.30826

Resumo

O presente artigo se propõe a analisar, fundamentado na Análise Dialógica do Discurso (ADD), a personagem da série televisiva de animação Johnny Bravo como signo ideológico carnavalizado de representações masculinas. Para o embasamento desta proposta, perscrutar-se-á a noção de signo como reflexo e refração do meio social que o cria, e ideologia, como conjunto cultural, econômico e social que pode referir-se tanto à classe dominante (oficial) quanto à oprimida (não-oficial), sendo a dialogia o mecanismo da carnavalização. Os objetos de análise se referem aos 13 episódios da primeira temporada da animação. O critério metodológico foi, tanto a reiteração de traços definidores da identidade do protagonista, constituída na interação com outros sujeitos, quanto o diálogo com enunciados recorrentes na sociedade que reverberam as vozes sociais da personagem da animação. Nesse sentido, o cotejo como procedimento metodológico impulsionou a reflexão desta escrita e foi feito a partir de publicações de homens e para homens, nas mídias (revistas e Facebook, de 2010 a 2020). A justificativa da análise decorre da relevância da arte e da mídia como críticas, em movimento dialético-dialógico. O resultado se volta à crítica pela ridicularização acerca de determinadas representações de masculinidade que reforçam estereótipos tóxicos e corroboram o machismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane de Paula, UNESP

Docente da UNESP - Universidade Estadual Paulista, lotada no Departamento de Estudos Linguísticos, Literários e da Educação - DELLE,  Câmpus de Assis, credenciada no Programa de Pós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa, Câmpus de Araraquara e no Programa de Mestrado Profissional em Letras - ProfLetras. Líder do GED - Grupo de Estudos Discursivos. Área de atuação: Análise Dialógica do Discurso - Estudos Bakhtinianos.

Marana Luísa Tregues Diniz, UNESP

Estudante de graduação em Letras da Universidade Estadual Paulista, Câmpus de Assis.

Juliana Beatriz Prates de Almeida, UNESP

Estudante de graduação em Letras na Universidade Estadual Paulista - UNESP, Câmpus de Assis.

Downloads

Publicado

2020-10-31

Como Citar

PAULA, L. de; TREGUES DINIZ, M. L.; PRATES DE ALMEIDA, J. B. JOHNNY BRAVO EM: JOHNNY BRAVO E O HOMEM CARNAVALIZADO. PERcursos Linguísticos, [S. l.], v. 10, n. 25, p. 48–67, 2020. DOI: 10.47456/pl.v10i25.30826. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/30826. Acesso em: 19 out. 2021.