TRADUÇÃO E CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADES SOCIAIS: DESCONSTRUINDO PARA DESCOLONIZAR

Autores

  • Tatiany Pertel

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo, primeiramente, desmistificar a noção logocêntrica da prática da tradução como processo de simples transporte de significados e demonstrar a importância de entender o processo de tradução através da perspectiva desconstrutivista de Derrida, como uma recriação do original. Em seguida, discorremos sobre a utilização de textos traduzidos e da análise contrastiva em sala de aula de língua inglesa. Os textos escolhidos para tal intento são textos turísticos brasileiros traduzidos para a língua inglesa, cujos benefícios se desdobram desde a aquisição de estruturas linguísticas e expressões até a construção de identidades e práticas sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-10-29

Como Citar

PERTEL, T. TRADUÇÃO E CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADES SOCIAIS: DESCONSTRUINDO PARA DESCOLONIZAR. PERcursos Linguísticos, [S. l.], v. 2, n. 6, p. 76–88, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/3180. Acesso em: 8 dez. 2021.