TV PIBID E VARIAÇÃO LINGUÍSTICA

UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID LETRAS PORTUGUÊS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/pl.v11i27.33908

Resumo

Este trabalho descreve uma das ações desenvolvidas no Pibid (Programa Institucional de Iniciação à Docência) do subprojeto Letras Português da Ufes, durante o segundo semestre de 2019, pelos pibidianos Xxxxxxxxxxxx e Xxxxxxxxxxxx, em uma turma de 3° ano do Ensino Médio, na EEEM Irmã Maria Horta, localizada em Vitória/ES. A atividade objetivou levar os alunos a refletirem sobre a língua e, mais especificamente, sobre a variação linguística e o preconceito linguístico. Para isso, foram abordados conceitos básicos sobre variação linguística, enfatizando o pressuposto básico da Teoria da Variação e da Mudança Linguística de que a língua é heterogênea. Neste artigo, apresentamos a sequência didática adotada para o desenvolvimento da atividade, descrevendo todas as etapas, e, na sequência, um relato da experiência. Para avaliação, os alunos tiveram de apresentar uma produção oral e outra escrita, realizando entrevistas para o desenvolvimento de pequenas pesquisas sociolinguísticas para que pudessem observar na prática como funcionavam as diferenças linguísticas entre as pessoas de diferentes graus de escolaridade. A TV Pibid foi a maneira encontrada inicialmente para “quebrar o gelo” com os alunos e ao final como uma entrevista dos alunos à jornalista Any Cometti.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leila Maria Tesch, UFES

Possui graduação em Letras Português pela Universidade Federal do Espírito Santo (2004), mestrado em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007) e doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011). Professora de Magistério Superior do Departamento de Línguas e Letras, na Universidade Federal do Espírito Santo.

Downloads

Publicado

2021-04-19

Como Citar

TESCH, L. M.; VECHE, J.; SILVA, J. P. TV PIBID E VARIAÇÃO LINGUÍSTICA: UMA EXPERIÊNCIA DO PIBID LETRAS PORTUGUÊS. PERcursos Linguísticos, [S. l.], v. 11, n. 27, p. 78–98, 2021. DOI: 10.47456/pl.v11i27.33908. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/33908. Acesso em: 18 out. 2021.