ENSINO DE PORTUGUÊS COMO LÍNGUA MATERNA: REFLEXÕES E ATIVIDADES

Autores

  • Camila Martins Vellar UFPEL
  • Paula Fernanda Cardoso Eick UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

DOI:

https://doi.org/10.47456/pl.v11i28.35324

Resumo

Nas aulas de Língua Portuguesa, ainda é comum a ênfase em nomenclaturas e classificações, baseadas na Gramática Tradicional. No entanto, ao trabalhar atividades de leitura, interpretação e produção textual, percebemos que o conhecimento gramatical por si só não é suficiente para o desenvolvimento da competência comunicativa nos alunos. Desse modo, no presente artigo, apresentaremos a nossa compreensão sobre o ensino de língua materna, tomando por base estudos realizados por importantes linguistas brasileiros. Posteriormente, apresentaremos uma proposta de atividades que foi aplicada a alunos do ensino médio, seguida de uma breve análise sobre os elementos presentes nela. A atividade baseia-se na crônica do Luís Fernando Veríssimo intitulada “Exigências da Vida Moderna” e foi proposta para a modalidade presencial, anteriormente à pandemia. Tomamos por base autores como Sírio Possenti, Irandé Antunes, Ferrarezzi Júnior e Carvalho e Juanito Avelar, os quais são importantes referências no que se refere à questão do ensino de Língua Portuguesa no Brasil.

                                                                                                       

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-29

Como Citar

MARTINS VELLAR, C.; CARDOSO EICK, P. F. ENSINO DE PORTUGUÊS COMO LÍNGUA MATERNA: REFLEXÕES E ATIVIDADES. PERcursos Linguísticos, [S. l.], v. 11, n. 28, p. 164–183, 2021. DOI: 10.47456/pl.v11i28.35324. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/35324. Acesso em: 28 nov. 2021.