Qual é o lugar das narrativas na mudança organizacional? uma metassíntese de estudos de casos qualitativos

Autores

  • Rodrigo Seefeld Universidade Federal do Parana (UFPR)
  • J´éssica Cristina Ceni Universidade Federal do Paraná (UFPR)

DOI:

https://doi.org/10.13071/regec.2317-5087.2020.9.2.28077.94-119

Resumo

De acordo com a perspectiva de processos, organizações deixaram de ser consideradas substâncias, tornando-se mudanças. Ou seja, todas as coisas na realidade social, e não apenas as organizações, estão em constante fluxo de vir a ser (becoming), de transformação. Uma forma pela qual a mudança se estabelece é por meio de narrativas. O objetivo da presente pesquisa é compreender de que maneira as narrativas são empregadas na mudança organizacional. Foi realizada uma metassíntese a partir dos pressupostos formulados por Hoon (2013). A pesquisa possui abordagem qualitativa, de caráter descritivo e exploratório. Ao final da análise, constitui uma contribuição à teoria a ideia de que para uma mudança se tornar legítima e ser absorvida pelos membros organizacionais, são utilizadas narrativas como ferramenta de criação de sentido e de alinhamento para a manutenção e a legitimação do seu processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Seefeld, Universidade Federal do Parana (UFPR)

Graduado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e mestre em Administração pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). É doutorando do Programa de Doutorado em Administração da UFPR. 

J´éssica Cristina Ceni, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Doutoranda na Universidade Federal do Paraná (UFPR) e mestre em administração pela mesma Universidade. Bacharel em Administração pela Universidade Estadual do Centro-Oeste com período sanduíche na Universidade do Algarve, Portugal. Professora da Universidade Positivo e da PUCPR (EAD e Semipresencial). 

Downloads

Publicado

2020-06-17

Como Citar

Seefeld, R., & Ceni, J. C. (2020). Qual é o lugar das narrativas na mudança organizacional? uma metassíntese de estudos de casos qualitativos . Revista Gestão & Conexões, 9(2), 94-119. https://doi.org/10.13071/regec.2317-5087.2020.9.2.28077.94-119

Edição

Seção

Artigos