MOVIMENTOS DE RESISTÊNCIA DO TRABALHADOR UBERIZADO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2020v20n39p132-145

Resumo

RESUMO

O surgimento de novas demandas sociais e sua inclusão em sistemas de proteção social acontece por um conjunto especifico de condições políticas e sociais. A capacidade de mobilização e organização de determinados setores é fundamental para dar visibilidade às novas demandas.  As novas Tecnologias Digitais tem impactado o mundo do trabalhando gerando possíveis novas demandadas. Essa nova relação estrutura-se em três pilares: usuário / tecnologia / trabalhador. Os usuários se beneficiam de um serviço rápido, eficiente e barato. As empresas de tecnologia lucram milhões. E no elo mais frágil, os trabalhadores são submetidos a extensas jornadas, com recursos próprios, sem regulamentação e proteção social. A partir de uma pesquisa bibliográfica de caráter exploratório, buscaremos refletir como essas novas modalidades de serviços digitais podem estar precarizando o trabalho e produzindo movimentos de resistência e novas demandas de proteção social.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Ramos Cannas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Assistente Social, Cientista Social, Especialista em Planejamento e Gestão,  Mestrando em Políticas Sociais e Serviço Social - UFRGS

Referências

ASSIS, Deisy de. Aplicativos de celular expandem negócios do setor de serviços. 15 dez. 2016. Disponível em: https://www.fecomercio.com.br/noticia/aplicativos-de-celular-expandem-negocios-do-setor-de-servicos . Acesso em: 20 maio 2019.
BARROS, Carlos Juliano. Euforia com aplicativos de serviços dá lugar à frustração de trabalhadores. Folha de São Paulo, São Paulo, 03 mar. 2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2019/03/euforia-com-aplicativos-de-servicos-da-lugar-a-frustracao-de-trabalhadores.shtml. Acesso em: 13 abr. 2019.
BRASIL. Lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/l13467.htm . Acesso em: 30 jan. 2019.
DIÁRIO DE PERNAMBUCO. Protesto de motoristas de aplicativo acontece no Centro do Recife. 21 jan. 2019. Disponível em: https://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2019/01/21/interna_vidaurbana,774550/protesto-de-motoristas-de-aplicativo-acontece-no-centro-do-recife.shtml. Acesso em: 20 maio 2019.
FLEURY, Sônia. Estado sem Cidadãos: Seguridade Social na América Latina. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 1994.
FOGAÇA, André. Uber anuncia investimento de R$ 250 milhões em centro tecnológico no Brasil. 15 ago. 2018. Disponível em: https://tecnoblog.net/256198/uber-investimento-250-milhoes-brasil/ . Acesso em: 26 jan. 2019.
G1. Motoristas de aplicativo do RS fazem paralisação por 24 horas em protesto por mais segurança. 14 jan. 2019b. Disponível em: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2019/01/14/motoristas-de-aplicativos-do-rs-fazem-paralisacao-por-24-horas-em-protesto-por-mais-seguranca.ghtml . Acesso em: 20 jan. 2019.
IAMAMOTO, Marilda Vilela. O Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e formação profissional. 26. ed. São Paulo: Cortez, 2015.
KENDALL, Marisa. Exclusive: Uber plays the hero for some immigrant drivers caught up in travel ban. The Mercury News, 20 mar. 2017. Disponível em: https://www.mercurynews.com/2017/03/20/exclusive-uber-plays-hero-some-immigrant-drivers-caught-travel-ban/. Acesso em: 25 maio 2019.
LOBEL, Fabrício. Número de motoristas do Uber cresce dez vezes em um ano no Brasil. Folha de São Paulo, São Paulo, 30 out. 2017. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/10/1931013-numero-de-motoristas-do-uber-cresce-dez-vezes-em-um-ano-no-brasil.shtml. Acesso em: 20 maio 2018.
MARX, Karl. O Capital: Crítica da Economia Política: Livro I. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2017.
O POVO. Por que motoristas de Uber e 99 protestam contra a Etufor e os próprios aplicativos? 14 fev. 2019. Disponível em: https://www.opovo.com.br/noticias/fortaleza/2019/02/32432-por-que-motoristas-de-uber-e-99-protestam-contra-a-etufor-e-os-proprios-aplicativos.html. Acesso em: 20 maio 2019.
PEREIRA. Camila. Proteção Social no Capitalismo: crítica a teorias e ideologias conflitantes. São Paulo: Cortez, 2016.
PINHEIRO, Aline. Motoristas da Uber na Inglaterra terão de passar em exame de inglês. Conjur, 17 ago. 2016. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2016-ago-17/motoristas-uber-inglaterra-terao-exame-ingles. Acesso em: 10 jan. 2019.
REVISTA EXAME. Avanço dos aplicativos no Brasil estimula startups e grandes empresas. 05 mar. 2018. Disponível em: https://exame.abril.com.br/negocios/dino/avanco-dos-aplicativos-no-brasil-estimula-startups-e-grandes-empresas/. Acesso em: 15 fev. 2019.
REVISTA VEJA. Uber limita turno de motoristas em 12 horas nos EUA. 15 fev. 2018. Disponível em: https://veja.abril.com.br/economia/uber-limita-jornada-de-trabalho-de-motoristas-em-12-horas-nos-eua/. Acesso em: 24 mar. 2019.
SLEE, Tom. Uberização: a nova onda do trabalho precarizado. São Paulo: Editora Elefante, 2017.
UBER. Fatos e Dados sobre a Uber. 01 maio 2019. Disponível em: https://www.uber.com/pt-BR/newsroom/fatos-e-dados-sobre-uber/ . Acesso em: 10 maio 2019.
UOL. Economia. Índice de desemprego nos EUA caiu para 3,8% em fevereiro. 08 mar. 2019. Disponível em: https://economia.uol.com.br/noticias/efe/2019/03/08/indice-de-desemprego-nos-eua-caiu-para-38-em-fevereiro.htm . Acesso em: 08 abr. 2019.
VEJA. Publicidade Coorporativa. Motoristas de aplicativos criam novos mercados no Brasil. 12 abr. 2019. Disponível em: https://veja.abril.com.br/economia/dino/motoristas-de-aplicativos-criam-novos-mercados-no-brasil/ . Acesso em: 20 abr. 2019.

Downloads

Publicado

2020-06-26