EXERCÍCIO PROFISSIONAL DO(A) ASSISTENTE SOCIAL: PROBLEMATIZAÇÕES DOS IMPACTOS DA PANDEMIA COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2021v21n41p119-135

Resumo

O estudo tematiza a conjuntura pandêmica que impôs alterações significativas nos modos de vida e trabalho do conjunto de trabalhadores, não estando os assistentes sociais isentos disso, principalmente por muitos estarem na linha de frente em ações de assistência, prevenção e controle da doença, e objetiva problematizar os impactos da pandemia Covid-19 para o trabalho do assistente social em seus diversos espaços sócio-ocupacionais. Optamos pela abordagem qualitativa com uso de recursos quantitativos, com instrumento de coleta de dados questionário eletrônico, enviado por e-mail aos sujeitos informantes. Nosso universo foi composto por 201 assistentes sociais das cinco regiões brasileiras (Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste), em exercício no contexto de pandemia. Imersos em uma crise nacional multifacetada, esses trabalhadores tiveram impactos significativos em suas condições de trabalho, nas relações com as instituições e com suas famílias, bem como em sua saúde mental. Isso aponta para os custos históricos do desfinanciamento das políticas sociais no país; para a precarização de uma força de trabalho especializada, bem como para o paradoxo de que, mesmo fragilizado, os brasileiros precisam cada vez mais de um sistema de proteção sólido, reafirmando os obstáculos entre a expectativa social e a realidade operacional das políticas sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-01