SERVIÇO SOCIAL E LUTAS SOCIAIS: DESAFIOS PROFISSIONAIS EM TEMPOS DE BARBÁRIE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2021v21n41p19-33

Resumo

O artigo Serviço Social e Lutas Sociais: Desafios para a profissão em tempos de barbárie tem como referência o momento contemporâneo do capitalismo, que se expressa em sua crise estrutural sistêmica, a partir de meados dos anos 70 donde estabelece ataques consecutivos sobre a classe com um conjunto de contrarreformas na esfera do estado e do mundo do trabalho, ampliando a superexploração e retirando direitos sociais e trabalhistas. A atenção se volta para o desmonte da nação em nosso país, desde o final dos anos 80, e com maior velocidade a partir do golpe de direita em 2016 com o governo de Temer, e de forma brutal a partir de 2019 com o desgoverno neofascista de Bolsonaro, de extrema direita. Neste diapasão, a partir de 2019 na China e 2020 no Brasil, inicia-se uma crise sanitária com a pandemia da COVID-19. No interior da luta de classes, expressamos a resistência e o fio condutor da formação e do trabalho profissional articulado às lutas sociais e compromisso histórico com os trabalhadores e como trabalhadores. Essa ambiência sócio-histórica nos traz desafios constantes que estão sendo enfrentados para se contrapor a barbárie do capital em sua expressão neofascista no país na perspectiva da lutas imediatas e históricas na direção da sociabilidade emancipatória.

Palavras-Chave: Lutas Sociais, Serviço Social, Crise do capital, Emancipação humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Beatriz Costa Abramides, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP)

Departamento de Fundamentos do Serviço Social- area Ciências Sociais Aplicadas.

Downloads

Publicado

2021-07-01