O USO DAS TICS E APRENDIZAGEM FLEXÍVEL: CONTRIBUIÇÕES AO DEBATE CRÍTICO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22422/temporalis.2021v21n41p102-118

Resumo

Neste artigo discutimos sobre as novas formas de aprendizagem postas à classe trabalhadora diante do espraiamento do uso das TICs na totalidade da vida social. Partimos da hipótese de que, no contexto de acumulação flexível, o uso das TICs é fulcral para a redefinição da educação através de processos de aprendizagens flexíveis efetivados mediante novas estratégias pedagógicas e do redimensionamento do espaço e do tempo necessários à formação dos sujeitos, conforme as necessidades reprodutivas do capital e necessidade de recomposição do poder hegemônico burguês. Para isto, estudamos autores clássicos do pensamento crítico marxista e autores brasileiros contemporâneos que discutem a temática em questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taise Cristina Gomes Clementino Negreiros, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Assistente Social, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da UFPE

Downloads

Publicado

2021-07-01