A atualidade da classificação político-ideológica: esquerda e direita

  • Célia Barbosa da Silva Pereira UFES

Resumo

Este artigo resgata, por meio de uma revisão bibliográfica, o debate sobre o uso dos termos esquerda e direita para classificação ideológica dos partidos políticos, a fim de ressaltar a validade destes termos na atualidade. A partir de uma análise histórico-conceitual conclui, a direita pode ser entendida como forças sociais pró-capitalismo, cujas práticas políticas e orientação ideológica possuem o intuito de manter as estruturas econômicas, políticas, culturais e morais que favorecem a reprodução deste sistema. Historicamente, o conservadorismo e o liberalismo e suas variantes dominam este campo. Já a esquerda na sociedade moderna capitalista comporta as forças sociais que disputam a direção das massas com vistas a um projeto societário socialista construído por e em prol da classe trabalhadora. Destacadamente, os socialistas, os anarquistas e os comunistas dominam este campo.

Biografia do Autor

Célia Barbosa da Silva Pereira, UFES
Assistente Social, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES. Bolsista FAPES.
Publicado
2019-04-30
Como Citar
Pereira, C. B. da S. (2019). A atualidade da classificação político-ideológica: esquerda e direita. Argumentum, 11(1), 69-83. https://doi.org/10.18315/argumentum.v11i1.19682