Estado neoliberal VS projeto democratizante: implicações na Política de Assistência Social Brasileira

Paula Raquel Silva Jales, Solange Maria Teixeira

Resumo


Problematizam-se os direcionamentos da Nova Direita (neoliberalismo e neoconservadorismo) para a Política de Assistência Social brasileira, os quais perpassaram a construção de suas normativas e as disputas de sentidos com o projeto democratizante da Constituição Federal de 1988. Estas acentuam-se com as contrarreformas neoliberais do atual Governo, que vem desmontando as conquistas no setor. Trata-se de pesquisa bibliográfica com base em literatura atualizada sobre a temática, além de figurar como pesquisa documental, ao lançar mão dos documentos que compõem a Política de Assistência Social na contemporaneidade. Infere-se que a ofensiva da Nova Direita significa precarização extrema das condições sociais da classe trabalhadora e maior concentração de renda da classe dominante.

Palavras-chave


Nova Direita. Estado neoliberal. Projeto democratizante. Política de Assistência Social.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18315/argumentum.v11i1.22850

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons